SR151117a

Atualização técnica compartilha conhecimentos para avicultura paraibana durante encontro em Campina Grande

SR151117aPalestras técnicas com exposição de tecnologias inovadoras, diálogo esclarecedor sobre a utilização de novas produtos e serviços na avicultura foi o tom trabalhado durante o 9º ATUAV, Encontro de Atualização Técnica da Avicultura Paraibana que aconteceu no último dia 09, em Campina Grande. “Evento muito positivo, evento que reúne criadores, técnicos, veterinários, especialistas na área de avicultura e dentro desse evento ainda aproveitamos para fazer uma coleta solidária de alimentos para instituições de caridade que trabalham com pessoas carentes e de dentro desse evento nós conseguimos doações muito importantes, numa média de 600 quilos de alimentos que vai ser doado à duas instituições de caridade aqui de Campina Grande”, explica um dos coordenadores do evento e avicultor, Natalício Jatobá, lembrando que o objetivo é humanizar o processo da avicultura paraibana.

Mais de 200 participantes fizeram parte do encontro que aconteceu no Hotel Willage e constou dos temas ‘O registro de granjas no Programa Nacional de Sanidade Avícola(PNSA), ministrada pelo componente da PoliNutri, Marcos Tizey; ‘Modulação da Microbiota intestinal a partir de novas ferramentas, ministrada pela componente da YES, Fabiana Golin Luiggi; ‘A importância da saúde intestinal e as principais formas de controle, palestra ministrada pelo componente da Farmabase, André Luiz Costa Machado; ‘Conceitos básicos das principais vacinas aviárias, temática trabalhada pelo representante da Boehringer, Victório Augusto Chiaramonte; e o ‘Impacto do processamento de alimento no desempenho de frangos de corte, pelo componente da Tectron, Sebastião Aparecido Borges. “Aqui falei sobre a microbiota que não só para a avicultura, mas para todas as espécies animais, seres humanos ela é extremamente importante e a gente está descobrimos muito agora. Então nos seres humanos descobriu-se relação com diversas obesidade, com autismo, com depressão, realmente a gente tem um mundo há parte aqui dentro da gente que precisa ser melhor estudado. Para animais de produção quando a gente manipula essa microbiota favorecendo equilíbrio e crescimento de bactérias que fazem o bem frente as bactérias que causam patogenias, a gente além de deixar o animal mais resistente a gente aumenta a absorção de nutrientes, aumenta aproveitamento da dieta, aumenta ganho de peso, então ainda temos alguns desafios para fazer com que o animal aproveite melhor e sofra-se menos prejuízos dentro desses desafios”, explica a palestrante Fabiana Golin Luiggi que falou sobre Microbiota intestinal e em diálogo com nosso público ouvinte do Programa Domingo Rural e Programa Esperança no Campo.

“Esse é um encontro positivo porque traz pra gente muitas informações, principalmente pra nós que somos da área, lá pra Queimadas mesmo a gente tem uma carência desses conhecimentos técnicos e é aqui que a gente aprende. Eu mesmo aprendi demais”, explica o avicultor e professor no município de Queimadas, Antônio Carlos Lopes, acrescentando que a avicultura sempre apresenta fatos novos e que os criadores precisam estar sempre se atualizando já que trabalhar com avicultura é estar trabalhando com vida. “E ainda tem mais um agravante, é que a gente está lhe dando com alimentos, então a gente tem que ter delicadeza, tem que ter cuidados porque o fruto de nosso trabalho vai para a mesa do consumidor diretamente e se a gente produzir um produto mal produzido, o cidadão vai comer um mal alimento”, complementa ao dialogar com o público Stúdio Rural.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Faça um comentário

Todos os campos obrigatórios são marcados como (requerida). Seu Endereço de e-mail não será publicado

Voltar para o topo