SR161217a

Campina Grande realiza Dia de Campo sobre cultura da fava

SR161217aEntidades e agricultores familiares do municípios de Campina Grande e região participaram do I Festival da Fava e da Semente que aconteceu na comunidade Massapê, na última sexta-feira(15), e contou com uma ampla variedade de sementes e representações da agricultura familiar de toda a região.

A cultura da fava no Brasil, oficinas evidenciando os fertilizantes e os defensivos naturais, trocas de sementes e degustação de variados tipos de favas foram temas trabalhados no evento que foi uma promoção da Secretaria de Agricultura da Prefeitura de Campina Grande com entidades parceiras. “Faço uma avaliação muito boa, estou feliz demais, agradeço a Deus, agradeço a todos os presidentes de associações presentes aqui, principalmente representadas por Chico Galdino(proprietário da unidade rural do Dia de Campo), esse guerreiro baluarte aqui na conservação da cultura da fava com seu banco de sementes, são mais de 50 associados aqui e tem muitos produtores já plantando fava e vem só aumentando. Num levantamento rápido que a gente fez, 80 agricultores produziram 12 toneladas de fava e isso é muito importante, e esse festival é o primeiro em que a gente quis presentear a associação porque essa associação mantém essa raiz com essa conservação da cultura da fava, mas também essa paixão pelo campo”, explica o secretário da Agricultura do município de Campina Grande, Fabio Medeiros Agra ao dialogar com o público ouvinte do Programa Domingo Rural e Programa Esperança no Campo.

Agra acrescenta que é objetivo daquela secretaria desenvolver um trabalho parceiro a partir de 2018 já que a cultura da fava pode vir a somar fortemente com outras culturas para o fortalecimento da economia e do turismo do município e da região. “Nos próximos anos vamos fazer um festival maior, um festival muito bem organizado, também quero contextualizar com o São João de Campina Grande porque aqui passa o trem do forró, em Galante tem forró pé de serra autêntico em todos os seus restaurantes, então aqui é onde a raiz da agricultura está impregnada, então a agricultura não pode ficar de fora do São João e a fava já é muito degustada no São João e é uma cultura geradora de emprego e renda no campo, está enraizada na agricultura familiar e nós queremos fazer estas conexões para que os agricultores possam comercializar de forma mais representativa e que também os turistas venham a conhecer que a Paraíba é o maior produtor de fava do Brasil e a gente quer dar uma nova cara à fava”, explica Agra ao dialogar com nossa equipe Stúdio Rural.

“Sobre esse dia de campo faço uma avaliação de que é muito importante porque a fava estava desaparecendo de nossas mesas por causa da estiagem e eu tomei a iniciativa de distribuir 250 gramas de fava com muitos produtores de Campina Grande e desses caririzeiros do Compartimento da Borborema. A partir desta distribuição de sementes, depois de dois meses recebi telefonemas de muita gente agradecendo e informando que já estava comendo fava verde da fava moita. E a gente aqui da região planta fava porque já desapareceu o algodão e é nosso ponto positivo em final de ano de comprar a roupa para os filhos, de comprar a carne do natal com a fava e se a gente deixar de plantar não compra e ó por isso que a gente incentiva as pessoas através dos bancos de sementes para que elas plantem e zelem pelo produto que é um dos produtos melhores que nós temos para sustentar”, explica Francisco Galdino Soares(Chico Gaudino), ao dialogar com nosso público ouvinte Domingo Rural e Esperança no Campo.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Faça um comentário

Todos os campos obrigatórios são marcados como (requerida). Seu Endereço de e-mail não será publicado

Voltar para o topo