SR140418aa

Caravana das Águas da ASA é tema no Programa Domingo Rural e Esperança no Campo

SR140418aaRepresentações de entidades diversas da Rede Água da Articulação do Semiárido Paraibano(ASA) realizaram de 10 a 12 deste mês a Caravana das Águas e da Agroecologia ao longo do rio Paraíba, no Cariri Ocidental paraibano e tendo como olhar as águas da transposição do rio São Francisco.

Entrevistado do Programa Domingo Rural e Programa Esperança no Campo deste final semana, o componente daquele coletivo, Alex Barbosa dos Santos, fala sobre o evento, sobre as metas alcançadas, fala sobre a importância da sociedade ribeirinho se apropriar deste bem da natureza, fala sobre como se deu a construção desta caravana, como se deu este diálogo com as famílias ribeirinhas dentre outras argumentações esclarecedoras.

Alex explicou que a atividade é fruto de parceria com diversos movimentos sociais do campo como a Pastoral da Juventude Rural – PJR, Movimento dos Atingidos por Barragem(MAB), Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra(MST) e teve início no Centro de Desenvolvimento Sustentável do Semiárido(CDSA), Campus Sumé, da Universidade Federal de Campina Grande(UFCG) com a meta de percorrer quatro municípios por onde passa o canal da Transposição do Rio São Francisco conhecendo a realidade das populações afetadas, pela obra. “Esta Caravana seu dentro da Rede Água da Asa Paraíba num processo de construção de uma proposta e dialogando com a Universidade Federal de Campina Grande, como eu já falai, com o Campus de Sumé que é o Centro de Desenvolvimento do Semiárido e com os movimentos, com MBA que é o Movimento dos Atingidos por Barragem, com o MST que tem uma atuação grande naquela região e outras organizações a exemplo da Marcha Mundial de Mulheres que tem uma atuação em defesa, então uma realização da Articulação do Semiárido Paraibano, mas articulado com outros movimentos e com a universidade já que a gente sabe que temos que puxar a academia e ocupar o espaço que a gente na região do Cariri Ocidental junto a universidade que foi construída para os camponeses e camponesas, para os filhos desses camponeses e camponesas”, explica Barbosa ao dialogar em contato a ser trabalhado durante este final de semana no Programa Domingo Rural e Esperança no Campo acrescentando que esta ação faz parte do processo preparatório para o IV Encontro Nacional de Agroecologia(ENA) que acontecerá em Belo Horizonte-MG de 31 de maio a 3 de junho.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Faça um comentário

Todos os campos obrigatórios são marcados como (requerida). Seu Endereço de e-mail não será publicado

Voltar para o topo