SR161217b

OCB/Sescoop discute princípios cooperativistas durante confraternização em Campina Grande

SR161217bFalar sobre o sistema cooperativista, sobre as atribuições da Organização das Cooperativas Brasileiras-PB(OCB-PB) junto aos seus cooperados ou junto as novas parceiras e do Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo(Sescoop-PB) com ênfase nas ações de formação profissional e monitoramento que vai desde a constituição da cooperativa com orientações na elaboração de estatutos, atas até o processo de exercício por parte de seus componentes na nova entidade cooperativista, foram parte da palestra trabalhada pela consultora daquele sistema paraibano do cooperativismo, Djane Almeida de Queiroz, durante evento de confraternização das cooperativas em avicultura e artesanato acontecida, na última sexta-feira(15), em Campina Grande.

A participação daquela cooperativista se deu durante o II Encontro das Cooperativas de Agricultores Familiares e Artesanato que aconteceu na manhã da sexta-feira(15), no escritório regional da Emater, em Campina Grande e que contou com cooperativistas de organizações de microrregiões diversas do Estado da Paraíba. “Falamos também sobre o trabalho que ofertamos em assessoramento às cooperativas na área contábil, na área tributária, na área de gestão e isso é área de monitoramento. Também mostramos que trabalhamos outra área que é a de promoção social, então em todas essas ações sociais o Sescoop tem também essa linha de ação”, justificou Djane durante entrevista ao Stúdio Rural, acrescentando que também foi falado sobre a importância dos sete princípios do cooperativismo que, colocados em prática, asseguram o verdadeiro funcionamento da cooperativa e o sucesso de seus cooperados.

Ao dialogar com nossa equipe, ela falou da presença do Sistema OCB/Sescoop-PB em todo o estado em parceria com entidades como a extensão rural paraibana e garantiu que a forma de romper com as crises e limitações estão no processo de cooperação entre pessoas e entidades. “O recado é que estamos todos juntos, estamos aqui trabalhando pensando no crescimento da pessoa como um todo porque cooperativismo é uma sociedade de pessoas, o cooperativismo ver a justiça, a equidade, a união, o companheirismo, a cooperação. Então é unido que a gente vai crescer”, explica aquela liderança ao dialogar com Stúdio Rural.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Faça um comentário

Todos os campos obrigatórios são marcados como (requerida). Seu Endereço de e-mail não será publicado

Voltar para o topo