SR050618b

Solânea realiza IX Cavalgada e Missa do Vaqueiro com expectativa de 2 mil participantes

SR050618bA cidade de Solânea, no Brejo paraibano, realizará no próximo domingo, 10 de junho, sua Missa e Cavalgada do Vaqueiro que, em sua nona edição e no seu processo de evolução, contará com cerca de dois mil participantes entre crianças, jovens, adultos e idosos que se reunirão para homenagear o padroeiro da cidade e a vaqueirama de toda a região. “A primeira que foi realizada foi em torno de 350 pessoas, no outro ano esse número de participantes chegou a 720 mais ou menos, e aí foi, subiu pra 1 mil, pra 1 mil e quinhentos e no ano passado registramos na média de 1 mil e oitocentos e trinta pessoas mais ou menos”, explica o coordenador do evento, agrônomo Geovergue Rodrigues de Medeiros ao dialogar com Stúdio Rural.

Medeiros explicou que o evento terá início a partir das 06:30 horas com um café da manhã, concentração do vaqueiro, missa celebrada pelo padre Geraldo Bernardi e em seguida a cavalgada com destino ao centro da cidade de Solânea. “Inicialmente, no domingo, nós temos um café da manhã numa concentração dos vaqueiros no Parque Haras Belo Monte que é de propriedade de nosso amigo Dilson, esse parque haras fica à beira da rodovia PB 105 entre os municípios de Arara e Solânea e ali ocorre primeiro o café da manhã a partir das 06:30 da manhã que tem uma mesa muito farta com frutas, pães, sucos, iogurtes que recebemos do Leite Cariri e Café São Braz que também nos apoia bastante, e depois às 09:00 horas está previsto a missa do vaqueiro que é realizada pelo padre Geraldo Bernardi que é o pároco da Igreja Matriz de Solânea, Igreja de Santo Antônio, e logo após a missa sairemos em cavalgada  até a cidade onde ocorre a confraternização dos vaqueiros que é feita por meio de um churrasco aberto para os vaqueiros e também a homenagem aos vaqueiros que é a personalidade da região e em seguida a isso temos o forró”, explica Geovergue detalhando a diversidade de cantores e aboiadores que estarão presentes além de informar que ainda tem caminas personalizadas para aqueles e aquelas que queiram se somar ao coletivo cultural. “No momento a gente tem algumas camisas ainda pra vender que é uma forma de contribuir para costear as despesas ao preço de R$ 30,00 o quite que é a camisa e um copo, apenas para costear as despesas que são muito altas, mas é um evento de muita importância e que temos grande satisfação de receber a todos”.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Faça um comentário

Todos os campos obrigatórios são marcados como (requerida). Seu Endereço de e-mail não será publicado

Voltar para o topo