Assembleia do STR de Queimadas discute plano de trabalho para 2013

O Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Queimadas realizou sua assembléia no último dia 22 de fevereiro e discutiu diversos temas acerca das ações que serão trabalhadas nesse ano de 2013 com cisternas de placas, barreiros trincheiras dentre outras ações de recursos hídricos.

Também foi discutido a questão referente ás políticas de aposentadoria, dentre outros direitos previdenciários, onde a direção do sindicato passou informações sobre a importância das famílias estarem bem informadas para quando necessário conseguirem preencher os requisitos junto ao INSS na hora de requerer direitos.

Maria José Arruda, Marizete, é agricultura residente na comunidade Campinas, diretora da associação de agricultores e do sindicato, participou de nossos programas rurais e falou sobre a importância de estar associada como forma de garantir conquistas para a comunidade rural em que mora e ao mesmo tempo para as diversas comunidades na luta integrada dentro do município, no Pólo Sindical e nas lutas da ASA Paraíba e semiárido. “Avalio que é muito proveitosa pra quem realmente gosta de exercer o papel de agricultora, mas quem tem aqueles que ficam só esperando que as coisas venham as mãos, mas não, temos que partir para a luta e na agricultura uma coisa muito importante é a gente trabalhar no campo pra ter nossa alimentação na mesa vindo do campo sem o agrotóxico que é o veneno e acho que é muito importante”, comenta entusiasmada acrescentando que as discussões vem melhorando muito a forma das famílias agricultoras verem a vida no meio rural.

Presidente daquele sindicato, Maria Anunciada Flor Barbosa Morais, trabalhou o processo de compartilhamento de informações na reunião e, ao participar de nossos programas falou sobre o trabalho que a entidade tem a ser desenvolvido junto as famílias no decorrer deste ano. “Na nossa assembléia de hoje nós apresentamos o planejamento do ano de 2013, planejamento esse que foi construído a partir das discussões formadas pela própria direção do sindicato juntamente com as associações comunitárias do nosso município e alguns agricultores que estiveram aqui no sindicato no dia 06 de fevereiro onde juntos nós podemos fazer um balanço das atividades que aconteceram no ano passado, discutimos também os papeis de cada ator para que esse processo pudesse acontecer no município e posteriormente nós elaboramos o plano de ação para o ano de 2013, o qual foi apresentado hoje para a assembléia, ficando na nossa responsabilidade depois de destrinchar esse plano distribuindo de acordo com os meses do ano as atividades que vão ser realizadas no município e quem estará assumindo essas atividades quando e como. Isso aí ficou pra gente ver depois, mas o planejamento propriamente dito mesmo já foi feito de forma coletiva, de forma conjunta com muita participação de agricultores, líderes comunitários e a própria direção do sindicato”.

style=FONT-FAMILY: ‘Arial’,’sans-serif’>Ao dialogar com seu público via assembléia e nosso público ouvinte via emissoras parceiras, Anunciada informou que uma das prioridades para esse ano de 2013 no município será o levantamento do número de famílias ainda existentes no município sem ter a tecnologia social cisterna de placas enquanto instrumento para a primeira água com capacidade de 16 mil litros de água. “Esse trabalho está acontecendo já, nós já estamos quase que concluindo, nós iniciamos no início do mês e estamos ainda aguardando alguns levantamentos que estão sendo feitos por parte das lideranças comunitárias, por isso que planejamos fazer juntos porque precisamos muito das parcerias das associações comunitárias”, explica dizendo que com as informações do número de famílias que ainda não tenham sua primeira água a lista seja então enviada para o Ministério do Desenvolvimento Social(MDS).

style=mso-bidi-font-family: Arial>Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top