Assembléia Legislativa paraibana realiza seção sobre seca e suas conseqüências na pecuária e programa do leite

A Assembléia Legislativa do Estado da Paraíba vai realizar na tarde desta terça-feira(08/05) uma Sessão Especial no sentido de ampliar a discussão sobre o Setor Primário Paraibano, com foco principal para o Programa Leite da Paraíba, onde será discutida uma proposta aos Governos Estadual e Federal sobre a style=mso-spacerun: yes>  criação de Programa de Manutenção dos Rebanhos, de tal forma que seja style=mso-spacerun: yes>  preservada a riqueza genética adquirida ao longo de muitos esforços e style=mso-spacerun: yes>  pesquisas durante o período da estiagem. Será discutida ainda a criação de Linha de Financiamento especifica para os produtores de leite que residem no semiárido (terra seca).

A seção é de propositura do gabinete do deputado Francisco de Assis Quintas(foto) e, segundo o chefe de gabinete daquele parlamentar, Paulo Júnior, o desabastecimento hoje já é uma realidade do Programa Leite da Paraíba, quando deixam de ser entregues diariamente em torno de 30 mil litros de leite às famílias em situação de insegurança alimentar em conseqüência da estiagem, da defasagem dos preços pagos, ocorrendo desvio da produção para o mercado aberto, pois o mesmo já está pagando ao produtor entre R$ 0,86 a R$ 1,00 por cada litro de leite de vaca e com pagamento efetuado semanalmente.

Ao contatar com Stúdio Rural, aquele chefe de gabinete informou que a audiência terá início às 14 horas desta terça-feira atendendo reivindicações de segmentos importantes da agricultura e pecuária paraibana que estarão presentes para discutir as sérias preocupações com a consolidação de uma seca severa que tem sido anunciada para este ano, somada a dizimação da palma forrageira pela praga da Cochonilha do Carmim e que representa a principal reserva estratégica de alimentos para o rebanho dentre outros temas.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top