Casserengue recebe representações do Território da Cidadania da Borborema nesta quarta-feira

A cidade de Casserengue, no Curimatau paraibano, foi sede do encontro do Programa Territórios da Cidadania, em evento que aconteceu nesta quarta-feira(24) e contou com representações de sindicatos, associações, prefeituras, ONGs dentre outras entidades dos 21 municípios componentes do território.

O evento aconteceu no salão da igreja matriz de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro e contou com a participação da equipe Stúdio Rural, que entrevistou lideranças da sociedade civil e governamentais.

A presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais daquele município, Maria Selina da Silva, disse que foi oportuno para o município já que trata-se de idéias que buscam melhorar a vida nos municípios de forma organizada e que os governos e a sociedade pensam o uso dos recursos sem que haja qualquer desvios de recursos. “É um conjunto de idéias que todo mundo está no pensamento de juntar as idéias para melhorar a situação de nossos municípios”, argumenta.

O delegado federal do desenvolvimento agrário, Marenilson Batista da Silva, disse que tudo correu conforme o planejado pela equipe de mobilizadores, justificando ser uma política de integração e de cidadania, um processo de interiorização das políticas do governo federal, fazendo com os recursos e ações sejam trabalhados com a participação das entidades diversas de cada município. “Isso é uma forma de integração de políticas e de cidades, algumas pessoas se surpreendem com características de Casserengue a exemplo de ainda ter acesso por estrada chão”, argumenta o representante do governo federal dizendo que dessa forma as cidade passam a compreender melhor a realidade do estado como um todo e a busca de alternativas de forma coletiva.

Outro entrevistado por nossa equipe, coordenador estadual dos territórios, Antonio Junio da Silva, afirmou que o evento cumpre sua meta em participação de público e em discussões, justificando que repassou informações sobre o programa e recursos e que ao final sai um calendário de eventos e atividades próximas futuras. “Repassei a socialização de tudo que aconteceu durante os debates territoriais, informações sobre as ações integradas e que agora terão os encaminhamentos de elaboração de projetos á serem encaminhados para os Ministérios”, esclarece Junio”. 

Alexandre Eduardo é da Emater de Casserengue e avaliou o evento como sendo um programa que tem um caráter de democratização, citando como exemplo os eventos que acontecem de forma itinerante pelas cidades do Brejo, Curimatau e Agreste, fazendo com que todos reconheçam a qualidade e realidade do outro. “É uma satisfação recebê-lo no município de Casserengue e pra nós que trabalhamos no município, isso representa um avanço no caráter democrático do Fórum de Desenvolvimento Territorial, veja que o Fórum adentra nos municípios do interior do interior da Paraíba e isso é muito significativo”, argumenta.

O gerente de negócios da Embrapa Transferência de Tecnologias, Campina Grande, Heleno Alves de Freitas, participou do evento e diz que a Embrapa como empresa de pesquisas tem estado presente nas discussões nos diversos territórios espalhados pelo Estado da Paraíba, buscando fazer com que as tecnologias cheguem até as famílias de agricultores proporcionando o desenvolvimento a região e melhorando a qualidade de vida das famílias em todo e Estado, reafirmando que a Embrapa tem hoje uma forma especial de lhe dar com a agricultura familiar e com agronegócio em torno do desenvolvimento regional com tecnologias apropriadas.

Fonte : Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Compartilhe se gostou

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top