Cooperativistas do Sescoop evidenciam encontro de Barra de Santa Rosa sobre economia territorial da caprinocultura

A cidade de Barra de Santa Rosa, Curimataú paraibano, realizou o 2º Encontro dos Caprinocultores do Curimataú paraibano, evento acontecido nos dias 17, 18 e 19 últimos e contou com caprinocultores de cidades do Curimataú e Seridó paraibano que já fazem parte de um trabalho continuado para o fortalecimento da cadeia caprina na agricultura familiar da região.

O tema foi evidenciado no Programa Esperança no Campo e Programa Domingo Rural do último final de semana a partir de entrevista com o economista e cooperativista do Sescoop-PB, Rafael Bernardino de Sousa; com a Analista de cooperativismo e monitoramento do Sescoop-PB, Érika de Almeida Leitão Mendes; e com o presidente do STR local, Adriano de Sousa Leite que detalham o evento, suas temáticas e sua importância para o fortalecimento da atividade naquela área territorial.

“A cultura de nosso trabalhador ainda é aquela cultura do individualismo, então nós estamos trabalhando fortemente para que possamos criar uma cooperativa que seja forte, seja viável e que tenha condição de atender as demandas do Curimataú e Seridó, eu acredito que com a parceria de todos os sindicatos envolvidos, de todas as secretarias municipais de agricultura, as associações, as cooperativas poderão auxiliar para criarmos uma cooperativa forte que fortaleça nossa agricultura familiar aqui da nossa região”, explica Adriano Leite ao dialogar com nosso público ouvinte.   

“Foi um evento muito importante, a gente ministrou um curso básico sobre cooperativismo onde nós discorremos sobre os principais pontos da lei 5764 de 1971 que é a lei do cooperativismo e continua em pleno vigor e que orienta como uma cooperativa deve ser constituída, e nós tivemos a grande satisfação de ter uma sala repleta de cerca de 40 pessoas bastante interessadas e foi um dia muito produtivo e a avaliação foi muito boa porque as pessoas ficaram até o final que é uma indicação positiva”, explica o cooperativista Rafael Bernardino falando sobre o que pode mudar em favor da economia e qualidade de vida do público local com o processo de organização cooperativada. “Não tenha dúvidas de que o cooperativismo é uma forma organizacional, econômica, que gera muito resultado e é muito importante porque é o trabalho em união”, explica.

Entrevistada nos nossos programas, a analista de cooperativismo e monitoramento do Sescoop, Érika Leitão, explicou que o evento superou expectativas e pontuou como muito importante o trabalho feito com os conhecimentos da legislação cooperativista e o conjunto das informações e encaminhamentos sobre a criação do estatuto social do novo grupo cooperativista no Curimataú Seridó, a criação da comissão que trabalhará com o grupo que vivenciará informações promotoras para o sucesso da futura breve assembleia de constituição que terá todo o acompanhamento do Sescoop Paraíba. “Percebemos que eles se dão conta de que precisam de mais capacitações, eles querem ter mais conhecimentos, a gente percebeu que eles apresentaram aquela ansiedade em conhecer mais já que será criado conselho de administração, conselho fiscal, então há ânsia em ter conhecimentos de como administrar uma cooperativa, como trabalhar a questão da fiscalização, enfatizamos sobre a importância de se ter um bom contador como um bom aliado para o sucesso da cooperativa”, explica Érika ao dialogar com nosso público ouvinte da Rádio Queimadas FM e Rádio Serrana de Araruna AM. Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Faça um comentário

Todos os campos obrigatórios são marcados como (requerida). Seu Endereço de e-mail não será publicado

Voltar para o topo