Delegado paraibano do MDA anuncia entrega de novas máquinas para diversos municípios

Aproveitando o encontro dos secretários da agricultura, que aconteceu na última terça-feira(28/05), em João Pessoa, o delegado Federal do Desenvolvimento Agrário, adjunto Antônio Alves, fez anúncio da entrega de um conjunto de máquinas advindas do PAC 2 aos municípios paraibanos.

Alves participou do encontro como forma de difundir as ações trabalhadas pelo Ministério do Desenvolvimento e, ao dialogar com os secretários e autoridades presentes ele falou sobre as diversas políticas públicas e ao dialogar com nossa equipe Stúdio Rural, ele falou sobre essas políticas e garante que se engana aqueles que comentem que o governo não está operando políticas em favor do desenvolvimento da agricultura familiar paraibana. “Quero dizer aos ouvintes do Stúdio Rural que o Ministério do Desenvolvimento Agrário também está fazendo a sua parte, e agora no próximo dia 11 de junho nós estaremos, através do PAC 2, entregando á vários municípios aqui da Paraíba motoniveladoras, ou seja, a famosa patrol e retroescavadeiras, isso faz parte do PAC 2, não é emenda parlamentar, é doação direto da presidência da república, presidente Dilma Rousseff para os municípios, principalmente aqueles que estão em estado de calamidade com essa questão da seca, e aí o governo federal está chegando com sua ação e enganam-se aqueles que dizem que o governo federal não tem feito nada entorno da questão da seca”, ressalta aquele representante do MDA ao dialogar com os ouvintes 1180 kHz.

Aquela autoridade informou que trata-se de um grande volume de recursos ofertados pelo governo federal sem que as prefeituras tenham que desembolsar recursos financeiros como contrapartida. “Só Pra gente ter uma idéia, essas máquinas representam quase R$ 50 milhões de reais em investimento em nosso estado, só no Estado da Paraíba. Veja bem, cada município vai receber uma retroescavadeira que custa R$ 155 mil reais, qual é o município pequeno que tem condições, hoje qual é o prefeito, qual é a prefeitura que tem condições de comprar hoje uma retroescavadeira para cavar um pequeno barreiro, limpar um açude, para se preparar para as chuvas que mesmo pouca que está caindo, mas acumula alguma coisa de água, é difícil uma prefeitura ter isso, além do mais o município vai receber uma motoniveladora, uma patrol que custa R$ 360 mil reais, ou seja, quase R$ 500 mil reais só nestas duas máquinas o município vai estar recebendo como investimento para fortalecer a agricultura familiar a fazer uma estrada vicinal, para cavar um pequeno barreiro, uma cisterna, vai ser uma máquina de utilidade basicamente para estar atendendo nesta demanda da questão hídrica no nosso estado”, explica Antônio Alves afirmando que em breve cada município vai receber um carro pipa, uma caçamba e uma pá enchedeira. “Então a presidenta está investindo e investindo muito para que o município se fortaleça e para que os agricultores se fortaleçam no enfrentamento dessa realidade que estamos vivendo em nosso país, na nossa região, na nossa Paraíba”.

Ao dialogar com nossos ouvintes 1180 kHz, Alves falou sobre o processo de capacitação destinada aos operadores de máquinas que terão a função de trabalhar as novas tecnologias me seu respectivo município. “É condição, imagine um município que não está entrando com nada, pelo menos entrar com dois operadores para manuseiar essa máquina, isso é um investimento muito grande, é necessário que tenha atenção bastante com essas máquinas para que de fato venha fazer o serviço que deve ser feito no município e aí eu quero dizer que dos dias 3 a 7 do mês de junho será o treinamento para os operadores da motoniveladora, são 40 horas de capacitação e para a retroescavadeira são 16 horas. Para as retroescavadeiras, os municípios que estão mandando os seus operadores, eles vão estar fazendo a capacitação nos dias 10 e 1 de junho de junho, ou seja, vamos ter duas capacitações, duas entregas de máquinas, dia 11 entregaremos as motoniveladoras e no dia 17 estaremos entregando 50 retroescavadeiras para os municípios do semiárido paraibano”, explica ao continuar apontando ações do Governo Federal a exemplo do Garantia Safra, sobre o recente processo de contratação dos novos articuladores territoriais dentre outras.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Universo Rural

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top