Em conferência ministros pensam políticas de segurança alimentar para América Latina

SR180116aMinistros da área de desenvolvimento social da América Latina e Caribe se reuniram em novembro, na Conferência Regional de Desenvolvimento Social da América Latina e do Caribe, em Lima (Peru) como parte de discutir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Segundo a assessoria do MDA, os resultados desse encontro foram debatidos no dia 18 de dezembro último entre o ministro do Desenvolvimento Agrário (MDA), Patrus Ananias, e a diretora de Desenvolvimento Social da Comissão Econômica para a América Latina e Caribe (Cepal), Laís Abramo. “O ministro considera que os objetivos estratégicos e políticas públicas do MDA estão de acordo com o Plano de Segurança Alimentar, Nutrição e Erradicação da Fome, da Conferência Regional sobre o Desenvolvimento Social da América Latina e do Caribe (Celac). Para ele, o Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) é um exemplo a ser seguido”, ressalta aquela assessoria, acrescentando que para Ananias os dois maiores desafios são avançar na reforma agrária, assentar todos os acampados e desenvolver a agricultura familiar para transformar o meio rural em espaços de qualidade de vida.

Segundo aquela assessoria, foram mais de trinta ministros e ministras da área de desenvolvimento social da América Latina e do Caribe que reuniram-se em Lima (Peru), em novembro, na Conferência Regional sobre Desenvolvimento Social da América Latina e Caribe para discutir a redução da pobreza e da desigualdade e representou um momento em que os países começam a colocar em prática os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, adotados por líderes mundiais em setembro de 2015. “A Conferência foi estabelecida em 2014, durante o último período de sessões da Cepal, realizado na capital peruana. Ela é resultado, também, da aliança estratégica com o PNUD, dando assim continuidade a sete anos consecutivos do Fórum Ministerial para o Desenvolvimento na região”.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Faça um comentário

Todos os campos obrigatórios são marcados como (requerida). Seu Endereço de e-mail não será publicado

Voltar para o topo