Embrapa lança três novos editais para incubação de empresas

A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária(Embrapa) está lançando três novos editais para incubação de empresas com incubadoras parceiras de Mato Grosso (Arca Multiincubadora), Cuiabá (CEFET) e Brasília (UniCEUB). Esses editais fazem parte do Programa de Apoio ao Desenvolvimento de Novas Empresas de Base Tecnológica Agropecuária – PROETA, que tem como fonte de recursos um convênio assinado entre a Embrapa e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), com o objetivo de estimular a utilização de tecnologias da Embrapa por meio da incubação de empresas, via convênios entre a Empresa e incubadoras já existentes.

Segundo a assessora da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, Fernanda Diniz, o programa de incubação de empresas da Embrapa tem como alvo principal empreendedores com potencial para absorver conhecimento científico ou tecnológico e que queiram desenvolver empresas inovadoras ligadas às cadeias produtivas do agronegócio e que o programa está sendo desenvolvido em cinco unidades da Empresa: Embrapa Instrumentação Agropecuária, em São Carlos (SP), Embrapa Agroindústria Tropical, em Fortaleza (CE) e no Distrito Federal, onde atuam em conjunto a Embrapa Recursos Genéticos e biotecnologia, a Embrapa Cerrados e a Embrapa Hortaliças.

“Hoje, são nove as tecnologias desenvolvidas pelas unidades de pesquisa da Embrapa no Distrito Federal e que estão disponíveis para incubação de empresas: biorreatores para produção de mudas; cultivo de cogumelos comestíveis e medicinais; utilização de feromônios para controle biológico de pragas da agricultura; produção de mini-cenouras; equipamentos para processamento de hortaliças; produção de sementes híbridas de hortaliças; substrato micorrizado que permite aumentar a absorção de nutrientes pelas plantas; espécies nativas do cerrado; e utilização do amaranto como substituto do trigo no desenvolvimento de produtos sem glúten”, justifica Diniz.

Segundo o Chefe Geral da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, José Manuel Cabral, o objetivo é continuar expandindo a busca de parcerias com incubadoras em todas as regiões do Brasil.

Fonte : Stúdio Rural

Compartilhe se gostou

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top