Embrapa Transferência de Tecnologias campinense apresenta cultivares em Congresso de sementes no RN

A Embrapa Transferência de Tecnologia, Escritório de Negócio de Campina Grande, está participando do XVII Congresso Brasileiro de Sementes que está acontecendo style=mso-spacerun: yes>  de 15 a 18 deste mês, no Centro de Convenções, em Natal-NR e é promovido pela Associação Brasileira de Tecnologias de Sementes (Abrates).

De acordo com o gerente local do Escritório de Negócios de Campina Grande, Daniel Ferreira()foto, que participa do evento, os visitantes podem conhecer tecnologias geradas pela Embrapa e também fruto de parcerias com instituições agrícolas de todo o país.

Ferreira informou que aquela unidade de transferência de tecnologias está expondo cultivares de feijão caupi, feijão Phaseolus, milho, girassol, arroz, algodão, soja, trigo, hortaliças, forragens entre outras espécies e acrescentou que para região Nordeste o destaque é dado para as cultivares de milho BRS Sertanejo, BRS Caatingueiro e BRS Gorutuba, este ultimo recém lançado e adaptado ao semi-árido nordestino devido ao seu ciclo bastante curto o que propicia menor risco de perda de produção por falta de chuva principalmente na fase de floração e enchimento das espigas. “Estão sendo também expostas cultivares de feijão caupi BRS Novaera, BRS Guariba, BRS Pujante, BRS Marataoã e a BRS Tumucumape”, explica Daniel Ferreira ao contatar com Stúdio Rural.

Ele informou, ainda, que muitas destas cultivares serão destinadas a atender agricultores familiares nordestinos beneficiados por ações do Plano Brasil sem Miséria do Governo Federal e que para esta ação já foi assinada cooperação técnica entre o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e a Embrapa.

Fonte : Stúdio Rural / Programa Universo Rural

Compartilhe se gostou

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top