Entidades e agricultores agroecológicos do Pólo fazem avaliação das ações 2011 na Borborema

Entidades e agricultoras e agricultores experimentadores do Pólo Sindical e das Organizações da Agricultura Familiar da Borborema realizaram um encontro no últim dia 06 (terça-feira), no Day Camp Hotel Fazenda, Zona Rural de Campina Grande, para fazer um balanço das ações trabalhadas durante o ano de 2011 e ao mesmo tempo planejar ações a serem trabalhados no próximo ano em toda a região que envolve municípios do Brejo, Agreste e Curimataú paraibano.

Encontros regionais aconteceram previamente nos diversos municípios das três microrregiões e os resultados foram trabalhados e apresentados no encontro ampliado que reuniu mais de 100 agricultores, agricultoras e entidades de assessoramento técnica e social. “Acho que aqui na região do Pólo quando pára para refletir e olhar para esse ano de 2011 deu pra gente entender um retrato desse 2011, nós fizemos bastante coisas neste ano e a gente teve muitos desafios, mas a gente olhando para o fortalecimento da agricultura familiar esse ano aqui pra região do Pólo com o papel da criação animal, o fortalecimento dos arredores de casa em que 2010 teve esse papel importante de potencializar os espaços dos arredores de casa por serem espaços importantes style=mso-spacerun: yes>  porque na região do Pólo são pequenas e a gente, enquanto Pólo da Borborema, tem potencializado através dos Programas P1MC e P1+2 olhar a importância desses espaços para as famílias com a garantia da alimentação e da saúde e além disso a gente entende que esse espaço é de primeiro contato dos jovens e das crianças com a agricultura, então há uma relação muito forte dos jovens e acima de tudo a própria autonomia das mulheres nesses espaços no arredores de casa”, explica a agricultora ao dialogar com os ouvintes Domingo Rural neste domingo.

Ela diz que 2011 foi um ano de acúmulo de experiências e de ampliação das ações governamentais e das entidades parceiras na construção e execução de ações importantes para o desenvolvimento da agricultura familiar agroecológica a exemplo do Programa Agroecologia na Borborema que teve patrocínio da Petrobrás através do Programa Petrobrás Ambiental e assessorado pela AS-PTA onde diversas ações foram trabalhados como os campos com telas e consorciados com palmas e culturas forrageiras que se destinam também para a criação da avicultura de capoeira, aquisição e instalação dos fogões ecológicos que proporcionam qualidade de vida as donas de casa e economia de lenha dentre outras, construção de bosques com plantio de culturas florestais diversas, plantios de culturas florestais enquanto cercas vivas dentre outras ações desenvolvidas através desse projeto que vem sendo trabalhado desde 2010. “É um balanço bastante positivo em que a gente vem realmente reconhecer o papel que os agricultores e agricultoras têm para o desenvolvimento local e o papel que esses agricultores têm de garantir a alimentação, a organização, a solidariedade entre as pessoas é que a gente realmente precisa fortalecer esse processo que está sendo construído aqui na região”.

Fonte : Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top