Entidades fazem exposição de ações agroecológicas durante seminário em Campina Grande

Entidades da agricultura familiar componentes da ASA Paraíba, universidades, INSA dentre outras realizaram exposição de tecnologias sociais já trabalhadas e implementadas nas unidades rurais na dinâmica de convivência com o semiárido paraibano dentro do seminário “Paraíba – Desertificação, agroecologia e os desafios da sustentabilidade”, promovido pelo Projeto Cooperar enquanto órgão do governo paraibano.

“Esse é o momento de mostrar o esforço que o governo e seus parceiros vêm fazendo ao longo desses dois anos pra fortalecer a agricultura familiar com foco na agricultura familiar agroecológica”, explica o presidente do Cooperar, Roberto Costa Vital, em entrevista ao Stúdio Rural via Programa Universo Rural da última terça-feira(19/02) da Rádio Serrana de Araruna AM 1180 kHz.

Roberto Vital explicou que o Cooperar está desenvolvendo diversos trabalhos nos segmentos da agricultura paraibana a exemplo da apicultura que, segundo ele, está recebendo uma estruturação logística para a produção de mel que contabiliza 25 unidades de extração de mel que estarão movimentando produto em quatro entrepostos; na avicultura alternativa estarão sendo construídos abatedouros dentre outras ações que serão geridas pelas entidades de agricultores e agricultoras. “O critério é ir pra dentro dos Conselhos Municipais de Desenvolvimento Sustentável e fazer com que ele se confirme como espaço democrático de construção dessas demandas, esse é o caminho”.

“Esse seminário é mais um passo que está sendo dado dentro do Governo do Estado para que possamos avançar na questão da agroecologia, na questão da diversificação a exemplo do que nós já estamos fazendo com a questão da batata agroecológica, com o controle de palmas variedades resistentes a Cochonilha do Carmim, com a questão da Mosca negra da citricultura, ou seja, esse evento é mais um evento que dar o rumo que o governo está dando com relação a agroecologia e a questão da diversificação”, argumenta o secretário do Desenvolvimento da Agropecuária e Pesca do Estado da Paraíba, Marenilson Batista da Silva através de seu amplo diálogo com os ouvintes do Programa Universo Rural.

“Nós que fazemos agroecologia e agricultura familiar no Estado da Paraíba, irmanados nesse grande conjunto de pessoas, homens e mulheres aqui no estado da Paraíba ficamos muito emocionados de ver uma Ana Primavesi com suas palavras elogiando o Nordeste, elogiando o povo paraibano e sem dúvida é um momento simbólico onde estão satisfeitos e satisfeitas todas aquelas pessoas que têm contribuído para fortalecer a agroecologia na agricultura familiar no nosso estado”, arremata o secretário executivo da Agricultura Familiar do governo paraibano, Alexandre Eduardo de Araújo.

“Nós estamos buscando aprender muito com as experiências isoladas que já existem, somar essas experiências e ao mesmo tempo incentivá-las através do Cooperar, através do Empreender. A grande maioria do que está sendo exposto aqui neste encontro tem a participação do governo do estado, tem a participação do Cooperar que é do governo do estado, tem a participação do Empreender, nós temos uma concepção muito clara de que a humanidade precisa buscar formas de melhorar a qualidade da sua vida a partir da qualidade da sua alimentação, é preciso investir em agricultura orgânica, é preciso diminuir o nível de agrotóxicos que são utilizados na nossa alimentação por uma razão muito simples: a mudança da alimentação naturalmente mudou também o perfil epidemiológico da humanidade”, explica o governador Ricardo Coutinho.

O seminário aconteceu durante os dias 19 e 20/02(terça e quarta-feira), no Centro de Convenções Raimundo Asfora, em Campina Grande, e foi notícia em nossos programas antes, durante e após as atividades e ações de entidades como UFCG através do Pascar, Programa de Ações Sustentáveis para o Cariri do Centro de Desenvolvimento Sustentável do Semiárido apresentando dois trabalhos acadêmicos, frutos de suas vivências nas comunidades rurais do Cariri, além de expor material ilustrativo e de divulgação das ações de pintura com tinta de terra e viveiros alternativos.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Universo Rural

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top