Feira, exposição, sorteios e festividades marcam festa do agricultor em Campina Grande

Um conjunto de ações desenvolvias junto aos agricultores familiares a exemplo de exposição do artesanato trabalhado de forma consorciada nas atividades da agricultura camponesa, feira com venda de produtos da agricultora de forma direta ao consumidor, festividades animadas com trios de forró locais, dentre outras atividades, marcaram a festa do agricultor que aconteceu na última terça-feira(31/07) no pátio do escritório da Emater Regional Campina Grande.

Representações de entidades da agricultura familiar, agricultores familiares de diversos municípios do Cariri, Brejo e Agreste paraibano componentes da Feagro(Feira do Produtor) que é organizada e assessorada pelos escritórios da Emater nas diversas cidades, componentes da Secretaria do Desenvolvimento da Agropecuária e Pesca e da Secretaria da Agricultura Familiar da Paraíba estiveram presentes fazendo parte da festa expositiva ou exposição festiva que marcaram a passagem do Dia do Agricultor que é comemorado no 28 de julho. “O resultado foi extremamente satisfatório, tivemos a participação aqui de aproximadamente 500 pessoas no evento dentre o público prioritário composto por agricultores familiares, suas lideranças, autoridades também da pasta do Governo do Estado a exemplo do secretariado do Governo do Estado, diretoria da Emater, então está sendo um evento extremamente importante para a empresa e para os agricultores, principalmente”, explica o coordenador da Emater regional Campina Grande, José Sales Alves Wanderley Júnior.

Ele explicou que todos os anos a festa é marcada por dinâmicas diversas a exemplo do sorteios de muitos prêmios que são doados por casas comerciais do ramo agrícola e agentes extensionista da própria empresa. “É um cenário que nos respalda e respalda os agricultores, tendo em vista que a agricultura familiar nas regiões é extremamente importante, ela é valorizada, e esse diálogo foi feito juntamente aos extensionistas da Emater que são os principais colaboradores ou doadores desses prêmios e alguns, também, agentes locais de algumas casas agropecuárias que são parceiros também da empresa que de uma forma muito sensível, muito respeitosa fizeram doações desses prêmios que no seu sentido mais amplo é de valorizar a agricultura familiar e de comemorar o dia do agricultor familiar”, explica Júnior Sales ao dialogar com os ouvintes do Programa Universo Rural da última quarta-feira(01/08) e Programa Domingo Rural deste domingo(05/08).

Aquele coordenador explicou que as festividades comemorativas são necessárias enquanto instrumento de reflexão e re-energização já que estamos vivendo um ano de severa seca e o avanço da Cochonilha do Carmim que representam entreves e desafios na agropecuária paraibana. “Isso é um espaço de festa, de confraternização, mas que também é preciso que se tenha um olhar mais clínico para o processo de formação, de animação, de troca de experiências, de inclusão produtiva e social das famílias dando ênfase às experiências positivas, mas também podendo perceber o que tem de negativo, de desafios ainda em cada região e em cada município”.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top