Governo Federal atrasa funcionamento do Telecentro em Boa Vista e prejudica população

O município de Boa Vista, região metropolitana de Campina Grande, conta há mais de 6 meses com a instalação de um Telecentro Comunitário que ainda não pode ser utilizado pela comunidade devido a falta de iniciativa do Governo Federal em enviar uma equipe para a configuração dos equipamentos.

A informação é do assessor daquela prefeitura, Antônio Izidro, justificando que o Telecentro de Boa Vista conta com 12 computadores completos ligados à Internet, além de câmeras e demais equipamentos prontos para serem utilizados pela população do município.

Izidro informou que, na opinião do prefeito Edvan Pereira Leite, o município está há 6 meses lutando para conseguir do Ministério que o telecentro possa funcionar e atender a grande parcela de jovens que anseiam por capacitações e que a prefeitura já realizou diversas cobranças ao Ministério das Comunicações em busca de uma rápida solução. “Segundo o prefeito, o Governo Federal alega que para o Telecentro de Boa Vista funcionar é preciso uma equipe deslocar-se de Brasília para realizar a instalação do sistema operacional nos computadores, ficando prejudicados jovens que poderiam receber capacitação e profissionalização a partir do ambiente”, explica aquele assessor.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top