Incra-PB anuncia parceria com Insa para ações em assentamentos do semiárido paraibano

O Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) na Paraíba e o Instituto Nacional do Semiárido (Insa) firmaram, na última quinta-feira (18) um Termo de Cooperação Técnica (TCT) que tem por objetivo a execução de ações conjuntas e coordenadas entre os dois institutos nos assentamentos da reforma agrária localizados no semiárido paraibano.

A informação é da assessora do Incra-PB, Kalyandra Vaz, explicando que, segundo o Censo 2010 do IBGE, 170 dos 223 municípios paraibanos, onde vivem cerca de 2,1 milhões de pessoas, estão localizados nas regiões naturais semiáridas: Sertão, Seridó, Curimataú, Cariri e Agreste e acrescentou que a assinatura do termo aconteceu na sede do Insa, em Campina Grande (PB), e contou com a presença do diretor do Instituto, Ignacio Hernan Salcedo, do superintendente do Incra-PB, Cleofas Caju, e de servidores dos dois institutos.

Vaz expliocu que os principais objetivos do Termo de Cooperação são proporcionar capacitação dos técnicos do Incra, agentes financeiros, agentes de assistência técnica e assentados sobre técnicas de convivência com o semiárido; apoiar estudos de potencialidades econômicas dos assentamentos localizados na região; apoiar o estudo para implementação de projetos de desenvolvimento integrado de acordo com as vocações dos assentamentos; priorizar projetos de matriz agroecológica e envolvendo o uso tecnologias sociais dentre outras. “Um dos primeiros frutos do TCT será a implantação de um projeto-piloto de saneamento para áreas rurais no Assentamento Vitória, em Campina Grande, onde serão instalados sistemas de captação de água das chuvas e tratamento de esgotos, com ênfase para a reutilização de água na irrigação de culturas forrageiras e na produção de lenha”.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top