Incra-PB, Emater e Exército realizam reflorestamento em margens do rio Mamanguape

A Superintendência Regional do Incra na Paraíba, a Emater e o Exército Brasileiro estão realizando reflorestamento de áreas degradas nos assentamentos da reforma agrária Margarida Maria Alves II e Maria da Penha, que ficam no município de Alagoa Grande, na região do Brejo, a 107 quilômetros de João Pessoa (PB).

A informação é da assessora de comunicação da autarquia, Kalyandra Vaz, justificando que, segundo o superintendente regional do Incra, Lenildo Morais(foto), a ação faz parte de uma das atividades da Semana do Exército e acrescenta que a unidade do Tiro de Guerra, que fica em Alagoa Grande, colocou 40 soldados para trabalhar no replantio de mudas de árvores nativas, doadas pelo campus da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), em Areia numa ação que começou no dia 20 deste mês e não tem data para terminar.

Vaz explicou que a área que está sendo reflorestada, segundo o coordenador do programa de Ates do Incra/PB, José Vandilson do Nascimento Silva, fica às margens do rio Mamanguape, em Alagoa Grande, onde a retirada de areia por empresas autorizadas destruiu a mata ciliar e que foi pedindo providências ao Ministério Público Federal para investigar a legalidade dessas empresas, que estão degradando o rio. Por onde o reflorestamento passar iremos colocar cercas. “Vandilson informou que a ação dos areieiros já atingiu uma faixa de seis quilômetros de extensão, às margens do rio. É justamente nessa área que o reflorestamento está sendo realizado, também com apoio do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Alagoa Grande e Associação dos Assentamentos”, explica Vaz.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Universo Rural

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top