Movimento paraibano pela terra realiza ocupações no estado

Na madrugada da última terça-feira (13/04), trabalhadores rurais Sem Terra realizaram mais duas ocupações de latifúndio no estado da Paraíba.

A afirmativa é do assessor do movimento no estado, Neto Barbosa, relatando que no município de Cabaceiras, 63 famílias Sem Terra ocuparam a Fazenda Jacaré que possui 2.730 hectares e localiza-se na área rural dos municípios de Cabaceiras, Barra de São Miguel e São Domingos do Cariri. “O proprietário Nilton de Sousa Leal possui várias fazendas pela região, concentrando em seu domínio mais de 7 mil hectares de terra”, explica aquele assessor, acrescentado que o clima tenso no local. “Já no município de Algodão de Jandaira, 35 famílias ocuparam a Fazenda Serra Preta”.

Neto informou que na segunda-feira (12/04), 300 famílias montaram acampamento na PB 415 próximo ao município de Uiraúna, sertão do estado, reivindicando a desapropriação de três imóveis rurais: fazenda Rio do Peixe com 900 hectares, fazenda Val Paraíso com 1500 hectares e fazenda Canadá com 700 hectares e na região do Vale do Piancó, 60 famílias ocuparam a fazenda Riachão no município de Ibiara.

No domingo passado, informou, 60 famílias ocuparam a fazenda Mubamba do Rangel, no município de Santa Rita, área de propriedade de Eurico Rangel e que possui 1200 hectares de terra improdutiva. “Essa é a quarta vez que a fazenda é ocupada pelo MST”, relata Neto, lembrando que durante o mês de abril várias ocupações, mobilizações, atos, marchas, além de atividades no meio urbano irão ocorrer e que a Jornada Nacional de Luta Por Reforma Agrária que ocorre todo ano no mês de abril tem como foco homenagear os 19 trabalhadores Sem Terra mortos pela ganância do latifúndio em Eldorado dos Carajás no ano de 1996. “O dia do massacre, 17 de abril, ficou marcado no Brasil como o Dia Nacional de Luta por Reforma Agrária”.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top