Palma Forrageira é destaque em encontro de entidades em Campina Grande

Representantes de instituições públicas e privadas componentes do Gabinete da Palma se reuniram na amanhã da última sexta-feira(27/07), na sede no INSA, Instituto Nacional do Semiárido, style=mso-spacerun: yes>  em Campina Grande, para discutir alternativas e ações de plantio de Palmas resistentes a Cochonilha do Carmim.

Para o professor da Universidade Federal da Paraíba e componente do INSA, Daniel Duarte Pereira, um dos pontos importantes é o processo e ações que reconhecem style=mso-spacerun: yes>  o Gabinete da Palma enquanto órgão que concentre o conjunto das ações, pesquisas e experiências de plantio e fortalecimento da palma forrageira resistente a Cochonilha do Carmim. style=mso-spacerun: yes>  “Ao longo das reuniões nós verificamos que as parcerias realmente estão formalizadas, os parceiros realmente estão querendo trabalhar, querendo produzir, e eu acho que um novo belo horizonte, horizonte verde vai se destacar no caso do Estado da Paraíba”, comenta Daniel Duarte em entrevista no Programa Universo Rural da Rádio Bonsucesso de Pombal, na tarde da última sexta-feira e no Programa Domingo Rural da Rádio Serrana de Araruna em conexão, na manhã deste domingo(29/09).

Aquele professor informou que a parceria para o processo de construção de mais de 80 campos de produção multiplicativa das variedades de palmas estão em pleno andamento para execução com unidades de produção em diversos municípios do Estado da Paraíba. “Com certeza, eu posso dizer assim: só não estão sendo implantadas porque lamentavelmente tem que passar pelo processo burocrático, soa valores expressivos, são valores de R$ 2 milhões, valores de R$ 300 mil, valores de R$ 600 mil em pelo menos três projetos que têm que passar por essa caracterização que é burocrática”, explica Daniel referindo ao processo de compra das variedades de palmas sementes destinadas aos plantios nas unidades produtivas.

Temas diversos foram evidenciados a exemplo do lançamento do livro ‘Palma Forrageira: Cultivo, Uso Atual e Perspectivas de Utilização no Semiárido Nordestino’ de autoria de pesquisadores da EMEPA, Empresa Estadual de Pesquisas Agropecuárias da Paraíba em parcerias com pesquisadores de outros órgãos de pesquisas e universidades.

O evento contou com representações de diversas entidades ligadas a pecuária paraibana que compõem o Gabinete da Palma a exemplo da Secretaria do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca e suas vinculadas, Secretaria Executivo da Agricultura Familiar, Ministério da Agricultura, por meio do Superintendente Federal da Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Estado da Paraíba, Parque Tecnológico da Paraíba (PaqTC/PB), Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), associações e cooperativas dentre outras estiveram presentes ao evento.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Universo Rural

Compartilhe se gostou

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top