Pólo do Biodiesel realiza mais uma reunião sobre produção do Girassol no Território da Borborema

Entidades de agricultores, Embrapa Algodão, Emater, prefeituras, secretarias municipais de agricultura, representações do fórum territorial da Borborema, dentre outras estiveram participando do terceiro encontro para discutir a produção do girassol na agricultura familiar regional destinada ao programa biodiesel da Petrobrás, em evento que aconteceu na manhã da última quarta-feira (23) na Câmara Municipal de Solânea.

As ações estão sendo trabalhadas através do Projeto Pólos, ação do Ministério do Desenvolvimento Agrário e Secretaria da Agricultura Familiar(MDA) em parceria com a ONG Obra Kolping do Brasil com sede em Fortaleza e durante toda a manhã as representações discutiram planos e ações para envolver as famílias agricultoras no processo de produção tomando como base as vantagens que o girassol dará a agricultura familiar com ações que também fortalecerão o Programa Biodiesel da Petrobrás.

Stúdio Rural entrevistou o gerente do Banco do Nordeste de Solânea, Eliezel Batista Felinto, que falou sobre a realidade do crédito voltado ao desenvolvimento da agricultura como um todo, inclusive para a produção do girassol. “O Banco tem os recursos suficientes para financiar a atividade em parceria com a Petrobrás nesta produção de biodiesel, mas o banco tem recursos tanto para o agricultor familiar como para o agricultor que não seja familiar, agora para nós podermos financiar precisa a pessoa está integrada nesse processo porque precisa do extensionista da Emater pra elaborar o custeio, tem as prefeituras como a de Solânea que está dando o seu apoio e tem o Governo Federal com a linha de crédito, agora nós vamos ter aí os orçamentos que estão sendo elaborados pela Emater, pela Petrobrás e pelo Banco do Nordeste e do Brasil e através da junção de todos esses parceiros nós vamos, se Deus quiser, está financiando esse plantio de girassol pra geração de uma energia mais limpa através do biodiesel”.

O gerente do Banco do Brasil daquela cidade, Mirocem Bezerra Viana Filho, disse que aquela instituição está pronta para trabalhar o crédito junto ás famílias agricultoras no sentido de viabilizar mais um ingrediente para a agricultura local.

O prefeito daquela cidade, Francisco de Assis Melo, ao falar com os ouvintes do Programa Domingo Rural e Programa Esperança no Campo, disse que a reunião teve papel importante no sentido de conscientizar todos os participantes a cerca de seu papel na implementação do projeto produtivo e garante que a prefeitura vem fazendo um trabalho de corte de terra para as famílias agricultura e que com a chegada do girassol será intensificado a assistência junto ao agricultor. “Nós temos uma secretaria de agricultura exatamente voltada para o agricultor, eu quando assumi o governo há nove meses atrás tive uma preocupação de escolher uma equipe da secretaria da agricultura que realmente se identificasse com o agricultor e isso está acontecendo muito bem, então partimos logo com máquinas na zona rural pra cortar terra, limpeza de barreiros, quer dizer, foi uma revolução porque Solânea estava há oito anos sem ter uma assistência ao agricultor”, revela aquele executivo.

O agricultor Arlindo Justino da Silva, Gõe, é presidente da Associação da Comunidade Ramada e Bacalhau de Solânea, participou do evento e informou ter plantado girassol neste ano de 2009 e que no próximo ano espera envolver parcela significativa da associação composta com 180 sócios que baseados nas discussões com envolvimento de entidades diversas em termo de produção e mercado passam a acreditar que a cultura tenha mais resultados do que o programa da mamona recém apresentado como alternativa de geração de ocupação e renda no meio rural.

O coordenador do programa do Biodiesel da Petrobrás no Estado, Jailson Lopes da Penha, disse que avanços importantes estão sendo alcançados com os encontros realizados recentemente exemplificando os plantios que foram trabalhados no estado com resultados satisfatórios para as famílias agricultoras que costumam diversificar no processo de produção e tem no girassol uma cultura a mais para somar no orçamento familiar e garante que trata-se de um programa de inclusão social com resultados econômicos de interesse geral.

Já o coordenador do Pólo do Biodiesel do Compartimento da Borborema, José Nilson Almeida, disse que a reunião teve como papel principal fazer um balanço das demais reuniões já realizadas e construir uma agenda para a realização de um seminário que acontecerá no mês de outubro na cidade de Solânea. “Como fruto de encaminhamento desse terceiro encontro a gente agendou um seminário onde a gente vai está discutindo estratégia de melhorias para o programa e vai ser na cidade de Solânea agora dia 19 de novembro e a gente tirou uma comissão que vai estar discutindo quais os pontos de pauta que vai ter nesse seminário e o público que seria agricultores familiares”.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top