Presidente da FAEPA discute Endividamento Rural no Nordeste em audiência Pública

O presidente da Federação da Agricultura e Pecuária da Paraíba (FAEPA), Mário Borba, participou de audiência pública realizada na Câmara dos Deputados, em Brasília, para discutir o problema do endividamento rural no Nordeste.

Segundo a assessora de comunicação do sistema Faepa/Senar, Juliana Rossignoli, o evento aconteceu na tarde da última terça-feira (10), numa proposta da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural (CAPADR), visando a elaboração de propostas e soluções definitivas para o problema que aflige milhares de produtores rurais há vários anos. “O problema do endividamento rural do Nordeste se arrasta há anos, principalmente devido às adversidades climáticas da região, que comprometem a produção e impedem a liquidação das dívidas pelos produtores, gerando mais encargos e elevando o valor da dívida, tornando-a impossível de pagar”, explica aquela assessoria ao dialogar com Stúdio Rural.

Aquela assessora explicou que, na opinião das lideranças da categoria, outro agravante reside no fato de que o tribunal de Contas da União (TCU) tornou obrigatória a execução das dívidas em um curto período de tempo, depois de vencida a operação, pelas instituições financeiras, como o Banco do Nordeste (BNB), o que pode resultar no leilão e perda de propriedades.

Na opinião de Borba, explica aquela assessora, os prazos da cobrança não levam em conta as especificidades do meio rural, que se movimenta de acordo com as safras, com ganhos com a produção normalmente anuais.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top