Secretaria lança programa ‘Palma resistente’ e distribui 200 mil raquetes de variedades imunes à Cochonilha

Fazer o lançamento do programa ‘Palma Resistente’ e fazer entrega foi a meta da Secretaria do Desenvolvimento da Agropecuária e Pesca em parceria com as vinculadas na última sexta-feira(15/02) em Campina Grande em evento que aconteceu no Parque de Exposição de Animais e contou com presença de agricultores, extensionistas, professores, componentes do INSA, lideranças de diversos municípios e o governador Ricardo Coutinho que fez entrega simbólica das variedades a diversas lideranças e agricultores. “Um dos mais baixos IDHs da Paraíba está exatamente no semiárido, nós temos uma seca que se abate no semiárido, uma estiagem que nos último 40 ou 50 anos não se tem notícia de algo igual e ao mesmo tempo temos uma praga que é a Cochonilha do Carmim que acabou com a vegetação de resistência do semiárido que era a base de alimentação dos nossos rebanhos, essa cochonilha vem se estabelecendo há muitos anos e ela acabou com a palma. Nós estamos aqui investindo R$ 3,6 milhões de reais com recursos do estado para que a gente começasse um amplo programa de distribuição dessa palma, retirar os restos de palma e substituí-la por uma palma resistente á Cochonilha do Carmim”, explica o governador.

Marenilson Batista é secretário do Desenvolvimento da Agropecuária e Pesca do Estado e, ao dialogar com Stúdio Rural, disse que a data passa a ser importante referência por estabelecer um marco na recuperação de todos os palmais perdidos com um trabalho que, segundo ele, vem se intensificando desde o ano de 2011 e agora com o lançamento do programa ele o trabalho passa a ter maior velocidade no processo de recuperação dos palmais afetados pela praga. “Nesse momento a gente investe cerca de R$ 4 milhões de reais num ato de entrega de 4,5 milhões de raquetes e também complementando com mais 83 campos de multiplicação, ou seja, é um conjunto de ações que estão sendo feitas desde a distribuição, desde campos de multiplicação, desde a orientação para a propagação via o sistema convencional de raquetes a também a multiplicação via mudas onde você pega uma raquete e transforma em 30 ou 40 garantindo, desta forma, que possamos cada dia mais avançar e produzir mais variedades resistentes e o agricultor possa ter seu alimento principalmente neste período tão crítico de estiagem”, comenta Batista dizendo que a tendência e de se fazer uma distribuição que coincida com a chegada das chuvas de março.

Geovanni Medeiros Costa é presidente da Emater-PB, participou do encontro e, ao falar com Stúdio Rural, faz um balanço do trabalho de distribuição e perspectivas com as novas variedades que estão chegando nos campos paraibanos. “O bom de ter várias cultivares é interessante porque em cada região, de solo, questões climáticas você ter variedades diferentes é bom porque valoriza também a diversidade, a gente está de certa forma enfrentando uma situação com a realidade da Cochonilha do Carmim, mas também futuramente não se sabe como a natureza vai se comportar na evolução dela, então quanto mais diversidade tiver, melhor. Você as vezes ter um material exclusivo não é bom, então é importante que se tenha a PB1, a palmepa 03, a 04 que na minha forma de entender quanto mais variedade melhor”, explica Medeiros dizendo que a Emater estará presente nas diversas ações a serem desenvolvidas com a continuação da entrega. “É porque essa é um material genético muito bom, inclusive resistente, então deve ser zelado e é preciso que aquela família que acolha esse material também reúna essas condições e que não seja um peso para a família e que quando tiver melhores condições onde ela tendo ali um banco de mudas ela possa multiplicar naturalmente”.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top