SR130717aaa

Plano Safra 2017/2018 é destaque durante evento em João Pessoa

SR130717aaaO auditório da Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan) foi palco de discussão detalhando os recursos disponíveis do Plano Safra 2017/2018 em evento que a aconteceu na última terça-feira (11) e que contou com a presença dos canavieiros paraibanos e de diversas autoridades dentre as quais o gerente de mercado agropecuário do BB, Fábio Cardoso que apresentou dados dos recursos disponibilizados aos produtores rurais e lideranças presentes.

Segundo a assessoria da Asplan, o volume total de recursos atual é de R$ 200,25 bilhões, dos quais R$ 91,5 bilhões que estão disponíveis através do Banco do Brasil, que o Plano Safra 2017/2018 tem 2,4% a mais em créditos do que a safra anterior e chega com a novidade da redução da taxa de juros nos principais programas, que variam de 1% a 2%. “Coube ao gerente de mercado agropecuário na Paraíba, Fábio Cardoso, apresentar os detalhes do Plano Safra, a exemplo do volume de recursos, na ordem de R$ 72,1 bilhões que o BB disponibiliza para Custeio e Comercialização e, ainda, mais R$ 19,4 bilhões para Investimentos. Desse montante, segundo Fábio, R$ 14,6 bilhões são direcionados para Agricultura Familiar, R$ 15,5 bilhões para médios produtores e o maior volume de recursos, no total de R$ 61,4 bilhões, para Agricultura Empresarial. Ainda de acordo com ele, os clientes BB terão este ano mais comodidade já que todas as operações podem ser feitas via móbile”, explica aquela assessoria.

Aquela assessoria explicou que o evento contou ainda com a participação do secretário de Agricultura, Rômulo Montenegro, do superintendente da Sudema, João Vicente Sobrinho, do representante do Ministério da Agricultura, Manoel Otávio da Mota, além do presidente da Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan), Murilo Paraíso, a quem coube saudar os presentes e abrir o evento. “O secretário Rômulo Montenegro falou dos avanços no setor produtivo da Paraíba nos últimos anos, destacou a importância da atividade canavieira e do setor sucroenergético, reiterou que o governo estadual já vem se estruturando e implementando políticas públicas que estimulem o setor produtivo e que está aberto ao diálogo com as instituições bancárias para ampliar os avanços”, explicou.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Faça um comentário

Todos os campos obrigatórios são marcados como (requerida). Seu Endereço de e-mail não será publicado

Voltar para o topo