Cabaceiras realiza mais uma edição da Festa do Bode Rei

SR010615aA cidade de Cabaceiras, Cariri Oriental paraibano, realizou durante a última sexta-feira, sábado e domingo(29, 30 e 31 de maio) a XVII Festa do Bode Rei, evento que contou com participação de turistas, criadores da região, agricultores, população de cidades diversas da Paraíba e estados vizinhos, assentados da reforma agrária de municípios paraibanos organizados pela Coonap, Cooperativa de Trabalho Múltiplo de Apoio às Organizações de Autopromoção, dentre outras, que puderam contemplar a qualidade da caprinovinocultura, do artesanato e da culinária do município e região exposta e vendida durante as festividades.

Stúdio Rural participou do evento e conversou com diversas lideranças e autoridades avaliando a qualidade do evento e seus produtos expostos, a exemplo do prefeito licenciado daquela cidade, Luiz Aires Cavalcante, que fez um verdadeiro balanço do festival de negócios e culturas. “Estamos com um evento dentro dos mesmos padrões que vêm acontecendo ao longo desses 16 anos e a gente a cada ano vem procurando corrigir alguma falha que tenhamos registrado no ano passado e a cada ano vem surpreendendo mais, e esse ano não poderia ser diferente apesar de toda a dificuldade em consequência da estiagem, mas a festa é lugar para os comerciantes, os criadores, para o artesanato que é muito forte aqui em Cabaceiras, tanto na Ribeira como aqui mesmo em Cabaceiras, é algo positivo, então vale a pena investir numa festa como essa porque os benefícios são enormes” explica aquela autoridade, dizendo que a festa não representa gasto, representa investimento em cultura, financeiro, no turismo e faz com que a cidade fique bastante divulgada em outros estados e outras regiões.

Aires garante que a festa acontece numa ação rateada com entidades e governos a exemplo do Banco do Nordeste, Empreender, governo do estado, Cooperar, Sebrae, Banco do Brasil, órgãos diversos do governo federal dentre outros que fazem acontecer o empreendimento e garante que a festa tem estimulado o processo de investimento no artesanato, no comércio local e, especialmente, na genética caprina e ovina. “Na verdade a cultura aqui é muito viva, então desejo para as pessoas que vêm aqui participarem, seja pela primeira vez ou que já vieram outras vezes, que aproveitem o máximo, nos sentimos honrados com a participação do público, desejo que venham outras vezes, a gente aceita as críticas construtivas para a gente aperfeiçoar algo que não tenha saído correto e que todos brinquem, se divirtam e cuidado ao voltarem pra casa, aquelas pessoas que beberem não dirijam porque a vida é belíssima para ser vivida, então não a coloque em risco”, conclamou Aires ao dialogar com nosso público ouvinte Domingo Rural.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Faça um comentário

Todos os campos obrigatórios são marcados como (requerida). Seu Endereço de e-mail não será publicado

Voltar para o topo