Canavieiros experimentam novo equipamento que permite colheita da colheita em terreno com declive

Um SR121015anovo implemento agrícola chamado Canadá MM15, que pode ser acoplado a um trator e, dessa forma, possibilitar a colheita mecanizada da cana-de-açúcar em terrenos com um declive de até 31,5º foi apresentado no último dia 06, aos participantes da Norcana, em Recife.

Segundo a assessora de comunicação da Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan), Neuws Comunicação, o novo equipamento é resultado de uma pesquisa de quatro anos realizada em parceria pelo Sindicato da Indústria do Açúcar e do Álcool no Estado de Pernambuco (Sindaçúcar-PE), o soldador e inventor do equipamento, Ednaldo Mesquita, e o empresário Fernando Miranda, proprietário do engenho Capim Canela. “A máquina, segundo o consultor do Sindaçúcar e coordenador do projeto, Luiz Claudio Melo, possibilita o corte de 20 a 30 toneladas por hora. Estima-se que a colheita mecanizada gere uma economia de aproximadamente R$ 15,00 por tonelada de cana, saindo de R$ 23,00, no corte manual, por hectare, para R$ 8,00, na colheita mecanizada”, relata News ao contatar com Stúdio Rural acrescentando que inicialmente estão sendo produzidas cinco unidades, das quais três serão usadas por fornecedores de cana e duas adquiridas por usinas e que o Canadá MM15 tem o custo de R$ 150 mil.

News explicou que o presidente Asplan, Murilo Paraíso, parabenizou a iniciativa da parceria que possibilitou a pesquisa, que resultou na  criação deste novo equipamento comentando que qualquer tecnologia ou equipamento que venha facilitar a vida do produtor canavieiro é bem-vinda e ainda mais em se tratando de otimização de custos, tempo de colheita e melhoria na produtividade, levando-o a parabenizar os idealizadores do projeto e todos que acreditaram nele e investiram para

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Faça um comentário

Todos os campos obrigatórios são marcados como (requerida). Seu Endereço de e-mail não será publicado

Voltar para o topo