Cidade de Arara sedia Encontro Territorial de Sementes do Polo da Borborema

SR290516cEntidades da agricultura familiar agroecológica do Polo da Borborema realizaram o Encontro Territorial de Sementes do Polo da Borborema objetivando fazer um balanço da execução do Programa Sementes do Semiárido no Território da Borborema e definir estratégias para a continuidade das atividades da Comissão de Sementes e da Rede Regional de Bancos de Sementes.

O tema foi evidenciado no Programa Domingo Rural da Rádio Serrana de Araruna na manhã deste domingo(29/09) detalhando a programação e conteúdos trabalhados durante o evento que, conforme a assessoria do Polo, tratou de forma ampla as dinâmicas trabalhadas a serem trabalhadas naquele Polo territorial.

Conforme aquela assessoria, durante o evento os participantes se dividiram em grupos por duplas de municípios para responder às questões como: “O que deu certo neste trabalho?” e “O que precisa melhorar”? e que na sequência, representantes de cada um dos grupos fizeram uma socialização em plenária que trouxe como pontos positivos do trabalho com sementes no último ano: as capacitações e intercâmbios que qualificaram a gestão dos bancos de sementes; o monitoramento dos bancos de sementes da região do Polo, que diagnosticou a situação atual da rede de bancos; a descoberta de novas variedades e resgate de outras que haviam se perdido; o debate sobre os transgênicos e os testes de transgenia, que ajudaram a alertar as famílias agricultoras; o envolvimento da juventude nos bancos de sementes e a compra de sementes dos próprios agricultores para o fortalecimento dos estoques dos bancos.

Ainda conforme a assessoria do Polo, os desafios a serem enfrentados pela agricultura familiar foram pontos lembrados a exemplo a falta do pleno envolvimento de alguns sindicatos; dificuldades com a entrega dos materiais de construção em alguns municípios; a compra de sementes de um agricultor que se descobriu que estavam contaminadas por transgênicos e os governos que insistem em distribuir sementes vindas de fora e tratadas com veneno, ao invés de comprar das próprias famílias agricultoras, entre outros. “Durante o debate, diversos agricultores e agricultoras destacaram a participação e o envolvimento da juventude no trabalho com as sementes”, lembra aquela assessoria e Domingo Rural evidencia a seu público espalhado por todo nosso semiárido.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Compartilhe se gostou

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top