Cisterna calçadão melhora capacidade de produção orgânica de agricultor em Pedra Lavrada

Um conjunto de ações implementadas na unidade rural do agricultor familiar Francisco Vital Batista, Chico Cassemiro(foto), residente na comunidade Canoa de Dentro de Pedra Lavrada vem fazendo com que a família se torne cada vez mais produtiva e da produção transformada ofertem mais qualidade na alimentação da família, ao mercado de consumo local e nos Programas governamentais como PAA, Programa de Aquisição de Alimentos e PNAE, Programa Nacional de Alimentação Escolar.

Visitado pelo equipe Stúdio Rural, Chico Cassimiro conta que importantes mudanças estão acontecendo naquela região do Curimataú paraibano e usa como exemplo a experiência dele e da família que vem implementando diversas ações na propriedade o que tem feito com que produzam em toda época do ano.

Ele destacou a conquista de uma cisterna calçadão construída pelas entidades do Coletivo Regional do Cariri, Seridó e Curimataú através de um patrocínio da Petrobrás via Programa Petrobrás Desenvolvimento e Cidadania com gestão feita pelas entidades do Coletivo, com assessoramento da ONG Patac e contrapartida da família agricultora.

Francisco disse que recebeu o implemento no início de 2010 que foi marcado como ano de chuvas insuficientes para encher o cisternão com capacidade para 52 mil litros de água, mas conta que esse ano tudo está sendo diferente porque a cisterna encheu por mais de uma vez o que tem feito com que a família tenha recursos hídricos para irrigar as cultura nos períodos em que param as chuvas. “A boa experiência está esse ano porque recebi a cisterna no final do ano trazado para início do ano passado, mas não choveu pra encher e eu fiquei só trabalhando, mandei botar quatro carros d’água e fiz umas plantinhas poucas porque não tive como aguar mais, e esse ano não, esse ano já comecei, se Deus quiser quando for para o ano terei muitas coisas aqui”, explica o agricultor ao dialogar com os ouvintes do Programa Domingo Rural.

Ele disse que a propriedade já conta com a cisterna de placas, sistema de biodigestor para o abastecimento de gás de cozinha, unidade de beneficiamento de frutas conduzido pelo grupo de mulheres dentre outras e disse que a alimentação da família e o beneficiamento das frutas são quase todos feitos a partir do uso de gás biodigestor e garante que a propriedade está mais eficiente e diz que tudo só tem sido possível em razão do trabalho parceiro que se faz da associação de agricultores com as entidades do Coletivo Regional. “Essas visitas de intercâmbio traz muito aproveitamento, porque você sai daqui e vai pra Bahia, Pernambuco dentre outros e a gente vai trazendo só melhoramento pra gente, porque a gente não conhece o trabalho deles lá e a gente vai conhecer e quando chega já começando a trabalhar também do jeito deles”, explica Cassemiro ao falar dos leva e traz que se faz a partir dos intercâmbios promovidos pelas organizações de agricultores e agricultoras.

Fonte : Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Compartilhe se gostou

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top