Cochonilha do Carmim aparece em Caturité e já aterroriza produtores

A Cochonilha do Carmim, praga que representa objeto de medo na região do Cariri Ocidental da Paraíba e agreste do Estado de Pernambuco, já apareceu no município de Caturité, Cariri Oriental paraibano, e já representa terror para os produtores rurais daquele município que detém uma das mais importantes bacias leiteira do estado.

text1 mso-themecolor: black;>Stúdio Rural conversou com o agricultor pecuarista, Antônio Pereira, residente na comunidade Campo de Emas, que falou sobre uma visita feita por componentes da Defesa Agropecuária, Ministério da Agricultura e Secretaria Municipal de Agricultura que repassaram informações para os agricultores do município e dizimaram um plantio da cultura atacada pela praga. Ele disse que os representantes da Defesa falaram do perigo que o município enfrenta já que o período ainda é de chuva, mas quando o verão chegar a praga poderá intensificar o ataque, devendo as famílias ter cuidado para reagir em caso de perceberem os primeiros ataques por parte da Cochonilha.

text1 mso-themecolor: black;>O presidente do CMDRS, Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável daquele município, José Faustino Neto, explicou que as entidades locais estão fazendo um trabalho de conscientização sobre as medidas a serem tomadas no caso do ataque da praga que já mostrou os primeiros sinais de que está presente nas terras daquele município caririzeiro. “Inclusive nós estamos fazendo agora um roteiro de reuniões nas comunidades rurais relacionadas a questão da viabiliudade e qualidade da Semente do Garantia Safra e estamos aproveitando nessas reuniões que estão saindo nas comunidades já passando essas informações, conscientizando os produtores do risco e do perigo para que eles possam tomar alguma medida no sentido de que seja evitado essa praga nas propriedades dos mesmos”, argumenta Faustino Neto.

text1 mso-themecolor: black;>Ele garantiu que a preocupação é grande já que, no momento, o município vem fazendo grande esforço para fortalecer a pecuária de leite enquanto instrumento de geração de trabalho e renda para a população e entrada de impostos para os cofres do município, prática que pode ser contrariada se as medidas não forem tomadas de forma prévia e sustentável.

text1 mso-themecolor: black;>Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Compartilhe se gostou

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top