Contag promove mais uma etapa nacional do curso de formação em sindicalismo com participação da Paraíba

Representações do sindicalismo rural de todo o território nacional participaram da sétima turma de formação política promovida, em Brasília, pela Contag, Confederação Nacional dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares e que contou com participação de componentes das federações estaduais de todo o Brasil.

“No dia 19 tivemos início ao curso nacional de formação da Contag, nossa confederação nacional, veio comigo a companheira Raquel lá da cidade de Mari, o Aucélio do STR de Montadas e Felipe da UJS representando a Paraíba nesses dias do 19 ao dia 26 deste mês. Foi o terceiro módulo do curso de formação da gente e a nossa formatura”, explica o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Riachão do Poço(Mata Norte paraibana) e secretário de juventude da Fetag-PB, Josildo Irinel da Silva, em contato com Stúdio Rural direto de Brasília.

Conforme aquela liderança, foram trabalhados importantes eixos temáticos a exemplo das discussões com o tema Ação sindical no desenvolvimento rural sustentável; sobre as medidas que o governo federal vem fazendo a exemplo da Medida Provisória que trata da previdência rural que é tida pelo sindicalismo como instrumento à prejudicar o trabalhador rural além de debater as ações sindicais em nível nacional. “Para nossa surpresa o governo, nesta semana em que a gente estava aqui, mandou para o Congresso o texto base da medida provisória de reforma da previdência, da PEC no caso, e podemos identificar a problemática que gira em torno da Previdência Social justamente no tocante ao trabalhador rural, da dificuldade do trabalhador rural conseguir acesso a aposentadoria e também nas garantis que o governo exige para o agricultor poder comprovar a sua atividade rural”, exemplifica aquela liderança em contato direto com Stúdio Rural.

“O terceiro módulo da sétima turma do curso de formação da Contag foi marcado por muitos assuntos e a vivência pedagógica no quilombo Mesquita, no Interior do Goiás, que nos levou a voltar ao tempo e refletir sobre as temáticas e a luta que sempre tivemos para conquistar tudo que temos hoje”, explica Josildo.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Faça um comentário

Todos os campos obrigatórios são marcados como (requerida). Seu Endereço de e-mail não será publicado

Voltar para o topo