Domingo Rural e Universo Rural evidenciam encontro sobre seca e desertificação realizado em Campina Grande

O Programa Domingo Rural deste domingo(08/09) evidenciou o 2º Encontro Nacional de Enfrentamento da Seca e da Desertificação (ENED) que foi realizado em Campina Grande, entre os dias 04 a 06 de setembro, na sede do Instituto Nacional do Semiárido (Insa/MCTI) e, segundo a assessoria do evento, objetivou promover o diálogo das instituições e das organizações sociais com os integrantes da Comissão Nacional de Combate à Desertificação (CNCD) e preparar uma pauta nacional para os debates que serão realizados durante a Convenção das Partes, na COP 11, prevista para acontecer no período de 16 a 27 de setembro, na Namíbia, África.

Entrevistado no Domingo Rural e Universo Rural, o gestor governamental federal e analista de compensações financeiras advindas do meio ambiente, Ricardo Padilha, disse ter trazido ao encontro a mensagem de que os compromissos sejam compridos e que as discussões que a sociedade civil tem tido onde o governo está buscando estabelecer apoio às políticas de convivência com o semiárido que apresenta maior incidência de secas e processos de degradação e falou sobre cortes financeiros operacionais que interferem em viagens e eventos, mas tem garantido os recursos destinados às atividades de investimentos via fundo nacional de mudanças climáticas. “O compromisso estruturante permanece e, principalmente a Comissão Nacional de Combate à Desertificação vai ser reforçado e a tendência, se assim entenderem os conselheiros e de manter essa linha que tem sido bastante vitoriosa. Nós aumentamos em mais de 1000% os recursos de apoio a sociedade civil na região em termos de Ministério de Meio Ambiente, é como se você tivesse uma bola de futebol, pra usar a expressão, ou um campo de futebol e agora temos 100, ou tivéssemos uma boa prática de ação em agroecologia e agora tivéssemos 100 sendo apoiadas. Em termos financeiros corresponde a que durante cinco anos tivemos algo em torno de 5 milhões de reais nos cinco anos totais em termos de atividades práticas e hoje, nos últimos três anos, temos mais de R$ 100 milhões aplicados diretamente, boa parte dela em parceria com a sociedade civil, com o povo organizado da região aqui do Nordeste brasileiro”, explica ao dialogar com nosso público ouvinte 1180 kHz, 590 kHz e 87.9 MHZ.

O encontro foi promovido pela Comissão Nacional de Combate à Desertificação do Ministério do Meio Ambiente (CNCD/MMA), em parceria com os Pontos Focais Brasileiros na Convenção das Nações Unidas de Combate à Desertificação e Mitigação dos Efeitos da Seca (UNCCD), com o Instituto de Cooperação para a Agricultura (IICA), o Insa e a Fundação Araripe. Conta ainda com o apoio do Programa das Nações para o Desenvolvimento (PNUD) e da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) e que contou também com a 4ª Reunião Extraordinária da CNCD, com foco nos temas convivência sustentável com a semiaridez e na mitigação aos efeitos da seca e da desertificação.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top