Emater Ceará visita experiências da agricultura familiar de cidades da Borborema

A Emater Paraíba recebeu um grupo de 22 técnicos da Emater Ceará durante os dias 18, 19 e 20 deste mês na cidade de Esperança num trabalho organizado pela regional Areia. O grupo visitou empreendimentos da agricultura familiar nas cidades de Lagoa de Roça, Esperança, e Remígio.

Foram três dias de atividades desenvolvidas na região que conta com ações da extensão paraibana onde no primeiro dia foi feito uma recepção de boas vindas, apresentação institucional da extensão paraibana, exposição do trabalho do fórum territorial da Borborema, experiência agroecológica da Fazenda Carrasco(Esperança-PB), falaram sobre o serviço de comercialização da Borborema dentre outros. No segundo dia foi feito uma visita á Cooperativa Paraibana de Avicultura e Agricultura Familiar(COPAF) e Associação dos Produtores de Avicultura do Agreste da Borborema(APAB), visitando as instalações produtivas e de comercialização. No terceiro e último dia de atividades a extensão cearense visitou as experiências com algodão agroecológico das famílias agricultoras do Assentamento Queimadas em Remígio.

O agricultor experimentador com produção agroecológica do algodão no Assentamento Queimadas de Remígio, José de Sinésio, disse que é sempre um prazer receber pessoas para conhecer os trabalhos desenvolvidos pelas parceiras naquele assentamento rural num processo de troca de experiências.

A extensionista da Emater-CE articuladora das ações agroecológicas, Maria José Alves de Freitas, disse ter sido encontro de importância já que novas experiências que podem ser aplicadas no Ceará foram compartilhadas por todos os presentes ao encontro. “O que mais chamou a atenção aqui na Paraíba é exatamente as parcerias entre as diversas instituições e a relação dos extensionistas com os agricultores e agricultoras no respeito ao saber local”, relata Alves de Freitas ao dialogar com Stúdio Rural.

O assessor regional da Emater-PB, Antônio Ferreira Filho, disse da alegria de compartilhar informações com os extensionistas cearenses numa proposta de expansão de ações agroecológicas por todo o Nordeste, onde ele fez um balanço para os ouvintes das emissoras parceiras de Stúdio Rural sobre todo o trabalho desenvolvido durante os três dias em campos produtivos e disse ter percebido muita atenção e entusiasmo por todos os participantes em torno das ações agroecológicas desenvolvidas na região da Borborema de forma integrada.

Francinaldo Silva de Luna é agricultor na fazenda Carrasco, no município de Esperança, propriedade adquirida por 29 famílias agricultoras através do crédito fundiário e que vem fazendo importante trabalho em agroecologia e conquista de mercado de consumo. No encontro ele falou sobre a dinâmica de trabalho desenvolvido naquela fazenda assentamento e aos ouvintes de Stúdio Rural fez um balanço dos trabalhos que estão sendo desenvolvidos no processo produtivo e a relação que se está construindo nos meios institucionais e de mercado.

“Em geral todas as três comunidades estão chamando a atenção para os trabalhos que estão sendo desenvolvidos aqui na região, mas eu gostaria de dizer que a avicultura me chamou muito a atenção porque nós encontramos associações altamente organizadas, nós encontramos uma região com a capacidade forte de produção de galinhas e que a comercialização compete de forma adequada, tendo em vista que o município de Campina tem uma população muito grande e os outros municípios vizinhos também com povoações muito grandes com certeza favorece a comercialização dos produtos da agricultura familiar, no caso a galinha caipira”, argumenta João Acrísio, extensionista na cidade cearense de Itapipoca.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Compartilhe se gostou

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top