Entidades de Pequenos Agricultores preparam mobilizações para maio

Cerca de 3.000 mil camponeses organizados no Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA) realizaram no dia 23 de março último, mobilizações em quatro cidades do Rio Grande do Sul (Santa Cruz, Boa Vista das Missões, Santo Augusto e Camaquã), numa ação que marca o anúncio da jornada de luta do Movimento que será realizada para o mês de maio em todo o país.

Segundo a assessoria da entidade, durante aquela semana, o Movimento protocolou a pauta de reivindicações em todos os ministérios e também no Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal. “Entre as reivindicações do MPA está o alongamento das dívidas agrícolas. De acordo com a direção do Movimento, os camponeses pedem o alongamento de 30 anos. Eles alegam que os latifundiários conseguiram 30 anos de prazo para pagar suas dívidas e por isso, também reivindicam o alongamento”, justifica a assessoria.

Em contato com Stúdio Rural, a assessoria da entidade informou que o MPA também defende o crédito de reestruturação da agricultura camponesa, argumentando que os camponeses familiares são responsáveis por mais de 70% da produção agrícola nacional. “Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revelam as grandes propriedades participam com apenas 15,2% dessa produção”, acrescenta, apresentando dados contrapontos da agricultura familiar com o agronegócio.

Fonte : Stúdio Rural

Compartilhe se gostou

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top