Fundação Banco do Brasil anuncia relação de tecnologias sociais certificadas

A Fundação Banco do Brasil anunciou no último dia 27, pela manhã, em Brasília (DF), a relação de tecnologias sociais certificadas na quarta edição do Prêmio de Tecnologia Social 2007. No país, 120 práticas inscritas foram certificadas. A informação foi repassada pela assessoria de comunicação da Fundação, justiçando que a maior parte das inscrições foi enviada da região Sudeste (42), seguida do Nordeste (36), Sul (22), Centro-oeste com 12 tecnologias sociais certificadas e o Norte com (08). “A premiação é concedida, a cada dois anos, para identificar, certificar, premiar e difundir tecnologias sociais. O conceito compreende produtos, técnicas ou metodologias reaplicáveis, desenvolvidas na interação com a comunidade, que representem soluções efetivas de transformação social”, justifica, acrescentando que no total de 782 inscritos a maior premiação do terceiro setor foi recorde em relação aos anos anteriores. O tema educação gerou o maior grau de interesse, com 358 propostas submetidas. Em seguida vieram renda (131), meio ambiente (114) e saúde (93). Aqueles que receberam um menor número de inscritos foram: alimentação (33), água (30), habitação (15) e energia (8). Desse total, 32 tecnologias sociais foram certificadas na área de educação, 27 na renda, 22 em meio ambiente e 15 em saúde. Alimentação gerou 14 certificações, água cinco e habitação quatro. O tema de energia teve uma certificação.O resultado final será conhecido em novembro e cada uma das oito instituições vencedoras receberá R$ 50 mil. Os recursos devem ser destinados a atividades de expansão, aperfeiçoamento ou reaplicação da tecnologia social premiada.A premiação foi dividida em oito categorias: “Região Geográfica – N/NE/CO/SE/S”, “Aproveitamento/tratamento de rejeitos/resíduos/efluentes de processos produtivos”, “Direitos da Criança e do Adolescente” e “Gestão de Recursos Hídricos”.A quarta edição do Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social é realizada em parceria com a Petrobras, com apoio da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), e a KPMG Auditores Independentes.Fonte : Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top