Incra evidencia experiência com cultivos diversificado no fortalecimento de assentado em Cruz do Espírito Santo

Ex-camelô e filho de um pequeno agricultor do Sertão paraibano, o assentado Francisco Moreira, do Assentamento Canudos, em Cruz do Espírito Santo (PB), na Região Metropolitana de João Pessoa, a 23 quilômetros da capital, encontrou na diversificação da agricultora e pecuária a segurança alimentar e econômica da família.

Segundo a assessora de comunicação do Incra-PB, Kalyandra Vaz, além da criação de suínos, bovinos, ovinos e galinhas caipiras, o agricultor agora investe na piscicultura contabilizando renda que mensal média da família em torno de R$ 1 mil. “A principal atividade pecuária da família Moreira é a suinocultura, iniciada há cerca de três anos. Em cinco pocilgas construídas no quintal da casa, Seu Francisco, 46 anos, e sua esposa Maria José, 44 anos, criam 62 porcos das espécies Piatã e Landras”, explica justificando que a água para o rebanho vem de um cacimbão abastecido com água do Rio Gurinhém, que corta o Assentamento Canudos, e de uma caixa d’água com capacidade para mil litros detalhando a criação e comércio da produção.

Ao dialogar com Stúdio Rural, Vaz informou que, de acordo com o engenheiro agrônomo José de Sousa Ramalho Neto, da equipe da Assessoria de Grupo Multidisciplinar em Tecnologia e Extensão (Agemte), entidade que presta assistência técnica ao assentamento, a criação de animais é parte importante na diversificação das atividades produtivas dos assentados da reforma agrária.

Aquela assessora explicou que para melhorar o manejo dos animais e diminuir o impacto ambiental, a Agemte pretende, segundo Ramalho Neto, orientar Seu Francisco na implantação de um biodigestor, no valor aproximado de R$ 1,2 mil, para aproveitar as fezes dos suínos para a produção de dois subprodutos: gás para abastecer a residência da família e biofertilizante para as plantações.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural
Foto style=mso-spacerun: yes>  : Kalyandra Vaz (DRT 1679/PB)

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top