Pesquisa nacional e estaduais criam rede para desenvolvimento da caprinovinocultura nordestina

Nesta quinta-feira(25/02), em Natal (RN), será assinado o termo de acordo de parceria para a formação da Rede de Inovação Tecnológica da Caprinocultura e Ovinocultura do Nordeste (RICO), composta pela Embrapa e Organizações Estaduais de Pesquisa do Rio Grande do Norte (Emparn), Bahia (EBDA), Pernambuco (IPA) e Paraíba (Emepa).

Segundo a assessora de comunicação da Embrapa Caprinos e Ovinos, Adriana Brandão, o evento acontecerá na Secretaria de Estado da Agricultura, da Pecuária e da Pesca, às 17 horas e tem por objetivo aproximar equipes das instituições parceiras para atuar de forma conjunta em ações de pesquisa e inovação a fim de ampliar a inserção de produtos, processos e serviços para as cadeias produtivas da caprinocultura e da ovinocultura no Nordeste.

Aquela assessora informou que de acordo com o chefe geral da Embrapa Caprinos e Ovinos (Sobral, CE), Evandro Holanda Júnior, por meio do trabalho da rede é possível conseguir dar respostas mais rápidas para o setor e acelerar o processo de geração e transferência de tecnologias. “Os eixos de atuação da rede serão alimentação e nutrição, coleta, apropriação e disponibilização do conhecimento e tecnologia, forragicultura, gestão do negócio (mercado, comercialização, associativismo, modelos de arranjos), meio ambiente, melhoramento genético, recursos genéticos, reprodução animal, sanidade animal, sistema de produção sustentável e tecnologias para agregação de valor a produtos”, informa Brandão.

Ao dialogar com a equipe Stúdio Rural, aquela assessora informou que a RICO será coordenada por um Comitê Gestor, com mandato de dois anos, formado por seis representantes, sendo três da Embrapa, um da Emepa, um da Emparn e um do IPA, cabendo a coordenação geral à Embrapa e que serão formados também Comitês Estaduais para supervisionar e acompanhar a execução dos trabalhos.

Brandão informou que a assinatura do acordo integra a programação da reunião de chefes gerais das unidades da Embrapa na região Nordeste, que acontecerá dias 25 e 26 de fevereiro, na Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn) e que durante o encontro o presidente da Emparn, Henrique Eufrásio Santana Júnior, vai apresentar as demandas de pesquisa agropecuária e agroindustrial do Rio Grande do Norte e a caracterização da empresa em termos de pessoal, infra-estrutura física e laboratorial, programação de pesquisa, principais ações de transferência de tecnologia e produção técnico-científica.

Participam da reunião, além da Embrapa Caprinos e Ovinos, a Embrapa Agroindústria Tropical (Fortaleza, CE); Embrapa Algodão (Campina Grande, PB); Embrapa Mandioca e Fruticultura (Cruz das Almas, BA); Embrapa Meio Norte (Teresina, PI); Embrapa Semi Árido (Petrolina, PE) e Embrapa Tabuleiros Costeiros (Aracaju, SE). A diretora executiva da Embrapa, Tatiana Deane Sá, também estará presente no evento.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top