Primeira Exposição revela grandes criadores no Cariri Oriental

A primeira exposição de animais caprinos e ovinos realizada nos dias 13, 14 e 15 de junho na cidade de Riacho de Santo Antônio serviu como suporte para revelar importantes nomes na caprinovinocultura dos municípios polarizados por aquela cidade caririzeira e um exemplo é um pecuarista, Júlio Pedrosa(foto), proprietário da Fazenda São Sebastião no município de Barra de São Miguel.

Na exposição ele apresentou animais da raça Dorper e Santa Inês e teve quatro animais premiados dentre os quais o animal da raça Dorper, Help Dey, que evidenciaram a fazenda como ambiente com reserva de boa genética.

Para o fazendeiro Júlio Pedrosa o Dorper pode ser comparado a raça nelore, contando com uma capacidade de resistência e certa rusticidade que podem ser bem utilizados pelos criadores das microrregiões do Semi-árido brasileiro. “Eu digo que o Dorper é o nelore daqui, é um animal muito rústico, muito bom de converter alimentação em carne de forma muito rápida e animal fácil de criar, eu considero o Dorper como o jumento aqui do Nordeste ele come tudo, não tem tempo ruim pra ele”, argumenta o criador ao expor seus animais para registro de foto por nossa equipe.

Com relação a raça Santa Inês, também criada por ele, o pecuarista disse ser um animal que requer certo cuidados e ao mesmo tempo falou sobre o trabalho de silagem que ele vem fazendo para facilitar a criação durante as épocas de verões, fazendo com que a produção se mantenha estável em toda a época do ano.

Júlio disse da importância de se trabalhar a criação de caprinos e ovinos em toda a região caririzeira como forma viável para toda a região. “Eu acho o seguinte: o Nordeste está cada dia que se passa investindo muito no caprino e no ovino, e no Sul do País o pessoal do nelore já está investindo no caprino e ovino, é uma opção que sempre é mais lucrativa em questão de chegar primeiro o animal já que ao invés de você esperar dois três anos por um animal você em seis meses já tem um burrego e o custo baixo”, explica que as pessoas interessadas em comprar a linhagem campeã devem ligar para 81 9967 2021 e 81 3731 2103.

O Dorper é uma raça da África do Sul criada nos anos de 1930 através do Dorset Horn e do Blackheaded Persian sendo desenvolvida para as regiões extensivas e áridas da África do Sul e que apresenta alta fertilidade, bom comprimento de corpo que é coberto por pêlo curto e lã. Já a raça de ovinos Santa Inês tem origem na década de 1950, quando o animal era chamado de Pêlo-de-boi, originário do Nordeste brasileiro e é resultado do cruzamento das raças Bergamácia, Morada Nova e Somális.

Fonte : Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Compartilhe se gostou

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top