Reunião em Mossoró discute inovação na Caprinovinocultura nordestina

Nesta quarta-feira(1º de dezembro), acontece em Mossoró-RN uma reunião de trabalho da Rede de Inovação da Caprinocultura e Ovinocultura do Nordeste (RICO), reunião que acontecerá a partir das 10:30 horas no Salão Ouro Verde do Hotel Thermas e objetiva fortalecer o segmento em toda a região.

style=FONT-FAMILY: 10pt FONT-SIZE: ?Arial?,?sans-serif?;>A informação é da assessora de comunicação da Embrapa Caprinos e Ovinos, Adriana Brandão, justificando que, de acordo com o supervisor de Comunicação e Negócios da Embrapa Caprinos e Ovinos (Sobral-CE), Selmo Fernandes Alves, os objetivos do encontro são a retomada das ações da Rede, o nivelamento das informações a respeito do trabalho que vem sendo feito com o Sebrae e as Organizações Estaduais de Pesquisa (Oepas) do Nordeste e o agendamento das ações para 2011. “Participam da reunião, além das Oepas e unidades da Embrapa no Nordeste que desenvolvem pesquisas com caprinos e ovinos (Embrapa Semiárido, Embrapa Tabuleiros Costeiros e Embrapa Meio-Norte), a Sociedade Nordestina de Produção Animal (SNPA) e o Instituto Nacional do Semiárido (INSA)”, explica aquela assessora embrapiana ao dialogar com Stúdio Rural, explicando que a RICO foi criada oficialmente em fevereiro de 2010 para promover a articulação de ações de pesquisa e inovação e para ampliar a inserção de produtos, processos e serviços para as cadeias produtivas da caprinocultura e da ovinocultura no Nordeste brasileiro.

style=FONT-FAMILY: 10pt FONT-SIZE: ?Arial?,?sans-serif?;>Aquela assessora informou que a rede é coordenada pela Embrapa e que conta com a participação da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn), Empresa Estadual de Pesquisa Agropecuária da Paraíba (Emepa), Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) e Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrário (EBDA).

Brandão lembrou que o style=FONT-FAMILY: 10pt FONT-SIZE: ?Arial?,?sans-serif?;>s eixos de atuação da rede são alimentação e nutrição, coleta, apropriação e disponibilização do conhecimento e tecnologia, forragicultura, gestão do negócio (mercado, comercialização, associativismo, modelos de arranjos), meio ambiente, melhoramento genético, recursos genéticos, reprodução animal, sanidade animal, sistema de produção sustentável e tecnologias para agregação de valor a produtos.

style=FONT-FAMILY: 10pt FONT-SIZE: ?Arial?,?sans-serif?;>Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top