Seminário compartilha conhecimentos sobre manejo agroflorestal no Pólo da Borborema

Agricultores familiares e entidades de agricultores que trabalham o processo de produção agroecológica no território da Borborema estiveram participando de um seminário sobre as técnicas do como desenvolver agroflorestas na agricultura familiar das famílias nas diversas cidades envolvidas nas dinâmicas da ASA Paraíba, Articulação do Semiárido Paraibano através das entidades do Pólo Sindical e das Entidades da Borborema.

style=FONT-FAMILY: 10pt FONT-SIZE: ?Arial?,?sans-serif?;>O evento aconteceu na última quinta-feira(10/12) no município de Areia e reunião dezenas de agricultores e agricultoras familiares agroecológicas que, vindo de cidades e comunidades diversas, compartilharam informações e tecnologias capazes de intensificar a viabilidade da agricultura sustentável paraibana.

style=FONT-FAMILY: 10pt FONT-SIZE: ?Arial?,?sans-serif?;>A equipe do Programa Domingo Rural acompanhou as atividades e conversou com o assessor técnico da AS-PTA, Emanoel Dias que falou sobre os conteúdos repassados a partir de informações trazidas pelos componentes acerca de como está sendo feito os trabalhos em suas unidades rurais e vislumbrando o trabalho que será inte4nsificado pelo Projeto Agroecologia na Borborema que tem patrocínio da Petrobrás através do Programa Petrobrás Ambiental dentre outras parceiras. “Na verdade esse seminário que nós estamos realizando hoje aqui, que é o seminário sobre técnicas de agroflorestas, ele vem culminar com todo o trabalho desse ano de 2010 quando nós tivemos um processo intensivo de distribuição de mudas, de organização dos arredores de casa, dos bosques, das cercas-vivas, das matinhas e todo esse processo de diversificação agroecológicas desses sistemas foi importante p0orque a gente conseguiu fazer uma avaliação, inclusive fazer orientações para que o trabalho possa continuar a partir do ano que vem”, relata Dias ao dialogar com a equipe Domingo Rural, explicando que foi uma riqueza imensa os depoimentos e relatos das famílias agricultoras de como a ação do Projeto Agroecologia da Borborema vem contribuindo para a melhoria da qualidade de vida em todo o Compartimento da Borborema a partir da diversificação no processo de produção que hoje leva em consideração o papel que as plantas têm no modelo de produção e produtividade sustentável.

style=FONT-FAMILY: 10pt FONT-SIZE: ?Arial?,?sans-serif?;>Luiz de Sousa agricultor experimentador na comunidade Salgado do Sousa, no município de Solânea, disse da satisfação de participado do evento e garante que essas informações estão cada vez mais presentes no meio rural agroecológico organizados pelas entidades da Pólo. “Olha Tavares, essas organizações que graças á Deus a gente está tocando, com muita força, com muita fé em Deus, esse ano a gente sabe que foi um ano difícil, mas com a força de Deus e a força de todos vocês juntos levando esse programa ao AR todos os domingos e que acho que é de grande importância prá nós e é isso que nós quer, nós fazemos parte de uma diretoria com todos os sindicatos do Pólo e isso é uma potência pra nós abranger todo o Pólo da Borborema”, explica aquele agricultor, e complementou dizendo: “olha, eu digo pra todos os irmãos agricultores que vamos preservar primeiro a natureza, porque eu encontrei um solo muito degradado, mas no decorrer do período e com esse trabalho que a gente tem durante 13 a 15 anos a gente vê que o solo hoje onde eu trabalho que era um solo pobre, hoje esse solo está restabelecido, produzindo uma grande quantidade de massa orgânica e eu quero dizer a todos os agricultores que preserve a natureza porque isso é o futuro de nossa nação e de nossos jovens”.

style=FONT-FAMILY: 10pt FONT-SIZE: ?Arial?,?sans-serif?;>João Macedo é agrônomo assessor técnico da AS-PTA e, ao ser entrevistado por Domingo Rural, disse ter sido um evento de fundamental importância já que discutiu as técnicas do manejo agroflorestal apoiada no Projeto Agroecologia na Borborema buscando fortalecer a agricultura associada as questões ambientais. “Esse trabalho ele deu um salto de qualidade muito grande em ajudar a promover mais essas experiências a fortalecer e a aumentar o número de experiências dando oportunidade a que mais famílias possam também está desenvolvendo também essas experiências em suas propriedades, então o Petrobrás Ambiental nessa construção do Agroecologia na Borborema ele tem gerado um impacto muito importante já nesse primeiro ano, vendo que cada vez mais vão poder participar, famílias que estavam fora do processo e que aquelas que já vinham desenvolvendo essas experiências, hoje com o trabalho, elas têm fortalecido mais suas experiências e tem servido pra servir de referências para que outras famílias passem a conhecer e a tirar lições nas suas experiências para que eles possam desenvolver também nas suas propriedades”.

style=FONT-FAMILY: 10pt FONT-SIZE: ?Arial?,?sans-serif?;>Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Compartilhe se gostou

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top