Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Queimadas reinicia ações 2015

O Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Queimadas reiniciou as ações junto a agricultura familiar para esse ano de 2015 desenvolvendo diversas ações que vão de reuniões na sede sindical, reunião de capacitação destinadas a famílias contempladas com cisternas de placas, visitações às famílias contempladas para a escolha do local da construção das tecnologias além de reuniões projetadas para acontecer durante este mês a exemplo de uma audiência pública para discutir o Programa de Reordenamento Agrário do Governo Federal que será trabalho naquele município a partir do mês de fevereiro.

No Programa Universo Rural da Rádio Bonsucesso de Pombal desta segunda-feira(12), a secretária daquela casa sindical, Ana Paula Cândido(foto), falou sobre o conjunto das ações já desenvolvidas no início deste mês e deste ano além de falar sobre o conjunto das ações programadas a acontecerem no decorrer deste no ano de 2015. “A gente não pode parar, 2015 já começou com uma agenda bem cheinha, onde no feriado de Reis nós estávamos no campo marcando o local pra construção das cisternas na comunidade Maracajá de Queimadas onde vai ser beneficiado as famílias de lá com as cisternas do P1MC e gente se disponibilizou junto as famílias pra marcar o local das cisternas pra em seguida a gente já marcar a mobilização que é um curso que a gente faz em gerenciamento da águas com as famílias por é um programa que chega no município em consequência de uma luta nossa e que aqui no município e a sociedade, em parceria, que administra”, explica Paula ao dialogar com nossa equipe Stúdio Rural justificando que são 29 cisternas neste início de trabalho beneficiando as 29 famílias contempladas.
Em contato direto com o público ouvinte da Rádio Bonsucesso de Pombal, via Universo Rural, Paula explicou que a capacitação já aconteceu com as famílias contempladas e diz tratar-se de uma ampla capacitação acerca de como valorizar o equipamento e a água acumulada fruto, especialmente, de água das chuvas. “Estamos trabalhando para concluir e a formação com as famílias já aconteceu nos dias 08 e 09 deste mês de janeiro e foi uma discussão muito boa junto onde as famílias, principalmente as mulheres que é quem são quem fazem o gerenciamento da água que está ali em sua casa, que vai estar trabalhando com todo cuidado pra não gastar a toa”, explica Paula Cândido.
Durante a entrevista aquela liderança apresentou um panorama para o conjunto das ações que acontecerão neste mês. “O recado que eu deixo é que esse será um ano de muita luta, que uma das nossas bandeiras será a luta da não violência contra a mulher e que esse é um trabalho feito para toda a sociedade desde o homem a mulher estamos trazendo esses esclarecimentos e o recado que deixo é que participem cada vez mais, que possamos estar juntos cada vez mais no sindicato para crescermos a cada dia que passa”, explica.
Fonte : Stúdio Rural / Programa Universo Rural

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top