Adjunto do MDA fala sobre entrega de máquinas e ações do governo federal na Paraíba

O delegado federal do Ministro do Desenvolvimento Agrário na Paraíba(MDA-PB), Antônio Alves, participando do Programa Domingo Rural do domingo(11/08) e do Programa Universo Rural do último dia 07 de agosto, falando sobre as ações desenvolvidas no decorrer do primeiro semestre deste ano, na Paraíba, e sobre o conjunto das ações a serem desenvolvidas nesta segunda etapa do ano de 2013 e garante que são ações diferenciadas e atualizadas para o desenvolvimento da agricultura familiar em todo o Estado da Paraíba. “Nossa previsão é que até outubro deste ano a gente entregue todas as máquinas dentro da programação do PAC que é uma determinação da presidente Dilma, principalmente para com os municípios do semiárido tendo em vista essa seca que estamos sobrevivendo e vivendo ao mesmo tempo. O governo federal está investindo com muito afinco nessa questão que representa um volume de recursos muito grande, só pra gente ter uma idéia: cada município quando receber o quitem que é uma retroescavadeira, motoniveladora, um caminhão caçamba, uma pá carregadeira e um caminhão pipa isso representa para o município de investimento do governo federal R$ 1,460 milhão de reais. Qual é o município pequeno que tem essas condições de comprar, nesse momento, esses equipamentos”, comemora Antônio Alves ao dialogar com os ouvintes das emissoras parcerias comentando a vinda do ministro Pepe Vargas, quando esteve aqui na Paraíba no dia 1 de agosto para a entrega de mais 110 máquinas através de o acordo de cooperação para a execução das ações que compõem o Plano Safra da Agricultura Familiar 2013/2014.

Alves informou que foram entregues diversas máquinas para os municípios paraibanos e lembrou que são ações exclusivas para o desenvolvimento da agricultura e das famílias agricultoras em cada município. “Nós temos municípios do Brasil, e os da Paraíba não é diferente, uma grande demanda que é a questão das estradas vicinais, o escoamento da produção e então, nesse sentido, as prefeituras têm colocado dificuldade de fazer a estrada porque não ter uma motoniveladora não podem cavar um barreiro para o agricultor, limpar um açude do agricultor por não ter esses equipamentos, agora não vai ter mais essa desculpa, é um quitem completo para estar fortalecendo esses agricultores. Portanto, é importante que os sindicatos de trabalhadores rurais, as associações, os conselhos municipais de desenvolvimento rural, a Emater, o agricultor mesmo lá na zona rural tenha conhecimento que está chegando em seu município um quitem completo para fortalecê-lo, e nesse sentido nós queremos dizer que o Ministério do Desenvolvimento Agrário está muito empenhado nessa discussão porque é necessário essa política de fortalecimento da agricultura familiar que por muito tempo ficou abandonada e que no governo do presidente Lula e de Dilma está tendo esse fortalecimento”, explica aquele representante ao dialogar com nosso público ouvinte de todo o nosso semiárido.

Ele aproveitou para falar sobre o lançamento do Programa Nacional de Agroecologia e disse que a presidente Dilma estará na Paraíba fazendo o lançamento do Programa no dia 21 de agosto aqui no Estado da Paraíba com visitação em unidades agroecologia de produção sustentável no município de Remígio, no Território da Borborema. “É um reconhecimento ao do Pólo da Borborema, à ASA que aqui no território têm desenvolvido experiências espetaculares dentro da questão da agroecologia e isso faz com que a gente tenha essa responsabilidade também de estar trabalhando a política da agroecologia no nosso país e que nosso povo esteja recebendo alimentos de boa qualidade, sem veneno e a presidente se sensibilizou com esse trabalho apresentado e ela quer conhecer”.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Universo Rural

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top