Após assembléia categoria dos fiscais federais decidem continuar em greve na Paraíba

A categoria dos fiscais federais agropecuários está engrossando o movimento grevista dos servidores federais na Paraíba desde o dia 6 e, nesta quinta-feira(16), esses servidores, vinculados ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) realizaram mais uma assembléia para avaliar o movimento e decidiram prosseguir com a paralisação.

A informação é da assessoria da categoria, explicando que, segundo o presidente da secção sindical paraibana do Sindicato Nacional dos Fiscais Agropecuários (ANFFA Sindical), Mageciene Chaves, algumas cláusulas estão sendo negociadas diretamente com o MAPA e as cláusulas econômicas com o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão.

Aquela assessoria explicou que a greve já tem 10 dias e também envolve os fiscais federais agropecuários que atuam em portos, aeroportos e postos de fronteira, bem como na fiscalização de frutas para exportação e no abate de suínos, bovinos e aves que suspenderam parcialmente a paralisação por determinação do Superior Tribunal de Justiça. “Os sindicalistas afirmam que, na Paraíba, cerca de 70% dos servidores de áreas essenciais foram obrigados a voltar ao trabalho, e que, para cumprir essa determinação, está sendo feito um revezamento”, explica aquela assessoria acrescentando que entre as principais reivindicações, a categoria quer reajuste salarial médio de 22%, realização de concurso público e reestruturação da carreira. style=mso-spacerun: yes> 

Fonte: Stúdio Rural / Programa Universo Rural

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top