Associados da Asplan dispõem de atomizadores para aplicação de insumos biológicos nos canaviais

A Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan), através do seu Departamento Técnico, adquiriu recentemente mais um atomizador com capacidade de 400 litros, para auxiliar os seus associados durante a aplicação do controlador biológico, ou seja, do fungo Metarhizium anisopliae que combate à cigarrinha que ataca os canaviais. Além desse novo aparelho, a entidade já possui outros dois atomizadores da mesma capacidade, que ficam à disposição dos associados.

A informação foi repassada pela assessora da entidade News Comunicação, justificando que de acordo com coordenador do Departamento Técnico da Asplan, Vamberto Freitas, esse novo equipamento vai suprir, ainda mais, a necessidade dos produtores de cana paraibanos de combater essa praga dos canaviais durante o seu período de mais atuação, que são os meses de maio e junho e que agora, a entidade pode dar uma cobertura mais ampla nas áreas cultivadas dos tabuleiros Norte e Sul e do Brejo paraibano. “Ainda segundo ele, no ano passado houve uma certa incidência dessa praga nos canaviais paraibanos e agora, em 2008, devido às chuvas que vêm ocorrendo desde dezembro passado, é bom que o produtor já fique atento à atuação da cigarrinha nos próximos meses do ano”, reforça News, acrescentando que, Freitas informou que para ter acesso ao equipamento, basta que o produtor solicite da Asplan, pessoalmente ou através do telefone da entidade, (83) 3241-2464, de segunda a sexta-feira, das 8h00 às 12h00 e das 13h00 às 17h00.

Em contato com Stúdio Rural, News informou que, segundo informações do técnico da Asplan, um fator bastante positivo do atomizador é que o equipamento atua de forma precisa e sem custos ao associado, cabendo ao produtor aplicar os insumos biológicos de forma rápida e barata, pois o equipamento é atrelado ao trator durante a utilização, o que agiliza e garante a eficácia do processo.

News explicou que além da locação do atomizador que é totalmente gratuita para os associados, através do Departamento Técnico da entidade, eles também recebem instruções de como utilizar o equipamento, dadas pelos técnicos da Associação e também recebem os controladores biológicos (fungos), que são produzidos pela Estação Experimental de Camatuba, mantida pela Asplan. “Para o presidente da Asplan, Raimundo Nonato Siqueira, através de ações como essa a associação só reafirma o seu compromisso de sempre prestar uma boa assistência aos produtores de cana-de-açúcar paraibanos”, comemora News, informando que a Asplan tem cerca de 1.000 associados, entre grandes, médios e pequenos fornecedores desta matéria-prima.

Fonte : Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Compartilhe se gostou

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top