Câmara Municipal de Queimadas sedia encontro pelo fim da cultura do estupro

SR180217aA Câmara Municipal de Queimadas sediou na manhã da última sexta-feira, 17 de fevereiro, uma seção especial para lembrar os cinco anos do estupro coletivo, também denominado como barbárie de Queimadas que vitimou as jovens Michele Domingos da Silva, e Isabela Pajuçara Frazão Monteiro, violentadas e brutalmente assassinadas em fato que se deu no dia 12 de fevereiro de 2012.

O evento contou com representações da sociedade civil, órgãos da prefeitura e do governo do estado a exemplo do Coletivo Ana Alice pela Não Violência Contra a Mulher, Sindicato dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares, delegacia da Polícia Civil, Centro de Referência da Mulher, Secretaria da Mulher e Diversidade Humana do Governo do Estado, Secretaria de Educação e Secretária de Saúde do município, Emater local, Creas, cras e associações de agricultores.

Vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares de Queimadas e componente do Coletivo Ana Alice pela Não Violência Contra a Mulher, Angineide Pereira de Macedo explicou ter sido evento de fundamental importância pois, através da palestra da secretária da Mulher e Diversidade Humana do Governo do Estado, Gilberta Soares; componente do Centro de Referência da Mulher Fátima Lopes, advogada Domícia Pessoa; e da delegada Juliana Brasil foi possível ter ideia dos números de mulheres vitimadas pela violência e sobre as políticas públicas voltadas para o gênero.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Compartilhe se gostou

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top