Central de cooperativas de apicultores do semiárido recebe certificação internacional em comércio justo

A Casa Apis, Central das Cooperativas Apícolas do Semiárido Brasileiro, com sede na cidade de Picos-PI, recebeu o Certificado em Comércio Justo, mais conhecido como Fair Trade.

Ao contatar com Domingo Rural a assessora de comunicação da Fundação Banco do Brasil, Claudia Moreira de Souza, justificou que todo o processo de reconhecimento e certificação do mel produzido pelos apicultores daquela cooperativa durou quase dois anos e vai valorizar ainda mais a produção piauiense nos mercados nacional e internacional. “Além de agregar valor ao mel, o Fair Trade atesta que o produto piauiense é um alimento livre de agrotóxicos, com qualidade e preço justo. Atualmente, o quilo do mel é vendido por US$ 3,20. Agora, com a certificação, sobre esse valor será agregado 15%, cujo percentual será repassado para o apicultor”, justifica aquela assessora ao dialogar com nossa equipe, acrescentando que por conta dessa conquista no mercado, a Casa Apis vai enviar nos próximos dias, quatro conteineres de mel para os EUA e outros três para a Europa e que este ano, a entidade estima produzir 900 toneladas de mel.

Moreira informou que a Central de Cooperativas Apícolas do Semi-Árido Brasileiro – Casa Apis, é um centro de processamento que envolve 1.500 apicultores dos Estados do Piauí e do Ceará e objetiva da Casa Apis evitar a ação de intermediários no beneficiamento e comercialização do mel, tornando a região uma das maiores produtoras de mel do país e da América Latina.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top