Com recursos públicos, entidades retomam projeto da bovinocultura leiteira em municípios do Cariri Oriental

Dando continuidade ao projeto de fortalecimento da pecuária leiteira que vem em discussão dentro do Território Cariri Oriental, entidades da agricultura familiar componentes do Grupo Gestor do Plano de Ação da Bovinocultura de Leite daquele território, através da coordenação territorial, reiniciaram um conjunto de atividades junto a agricultores pecuaristas dos municípios Soledade, Caturité, Barra de Santana, Alcantil, Boqueirão, Gado Bravo e Cabaceiras para o trabalho que será financiado a partir da aquisição de R$ 300 mil reais via Banco do Nordeste, através do prodeter.   

Conforme o agente de Desenvolvimento do BNB junto aquela coordenação territorial, José Vicente de Melo, técnicos financiados com os recursos já estão indo a campo para desenvolver atividades de capacitação e assistência técnica para produtores naqueles municípios a partir de um trabalho articulado com representações da agricultura familiar, secretarias municipais de Agricultura para o processo de identificação dos produtores e produtoras de leite nesses municípios.

Vicente informou que, a partir dessas reuniões, será definido um grupo de 30 produtores e produtoras de leite por município. “Serão sete municípios beneficiados num trabalho que consiste em capacitações específicas na assistência técnica in loco nas propriedades rurais de forma gratuita, será assistência técnica assistida onde a cada trinta dias o técnico do Senar estará presente dentro das propriedades fazendo essa assistência técnica, de modo que nós queremos avançar na organização da cadeia produtiva da bovinocultura em nosso território”, explica Vicente de Melo.

Ele justificou tratar-se de um trabalho continuado para a busca da produtividade na cadeia bovina e lembrou que a partir daí o Banco do Nordeste destinará recursos creditícios de custeio pecuário para fortalecimento forrageiro, aquisição e melhoramento genética, além da instilação de projeto com energia fotovotaica através do FNE Sol daquela instituição financiadora.   Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top