Cooperativa recebe governador que faz entrega de recursos para o fortalecimento do leite no Cariri paraibano

A Coapecal, Cooperativa Agropecuária do Cariri, beneficiadora dos produtos leite cariri, com sede no município de Caturité, recebeu o governador do Estado da Paraíba, Ricardo Coutinho e sua equipe de governo, no início da tarde do último dia 10 de maio, momento em que o governador aproveitou para conhecer as instalações daquela indústria de laticínios, participou de um almoço e fez liberação de recursos na ordem de R$ 490 mil reais em investimento e custeio através do Projeto Empreender.

O objetivo da visita do governo foi conhecer a estrutura de trabalho da Coapecal e fazer liberação de recursos para o fortalecimento daquela cooperativa que envolve centenas de famílias agricultoras pecuaristas que têm naquela instituição a porta de entrada de seus produtos no mercado e a entrada de insumos para o desenvolvimento da agropecuária por aquela cooperativa.

“Esse é um pleito em que há mais de dois anos que a gente vem trabalhando junto ao governo do estado, sabendo dessa linha de recursos que tem do Empreender Paraíba nós pleiteamos desde 2012 um projeto para a construção de uma unidade de suco. Todos os segmentos de laticínios tem uma unidade de suco e nós não temos a nossa, então desde 2012 a gente vem trabalhando isso e hoje o momento culminante disso, da liberação do recurso prá nós implementarmos essa unidade de suco para que ampliemos a nossa produção, o mercado e automaticamente beneficiarmos cada vez mais nosso produtor, viabilizar economicamente cada vez mais o empreendimento e nessa linha o governo do estado, o Empreender Paraíba na pessoa do doutor Ricardo Coutinho vem trabalhando muito bem de incentivar as atividades produtivas e estamos juntos nesse pleito e conseguimos isso e ele está aqui exatamente para liberar esse recurso”, explica o diretor daquela cooperativa, Marcelino Trovão de Melo em entrevista ao Stúdio Rural com diálogo via Programa Domingo Rural.

Participando do evento, Domingo Rural conversou com o governador Ricardo Coutinho que, dialogando com o público ouvinte falou os impactos positivos causados pelo Empreender em todas as microrregiões do Estado da Paraíba e garantiu que são diversas os arranjos produtivos beneficiados. “São muitas coisas. Primeiro o resultado disso é muito evidente, porque esse resultado influi também aquilo que nós estamos investindo através do Empreender que chega a R$ 53 milhões de reais em três anos e quatro meses de governo, a Paraíba é o segundo estado do Brasil em ampliação da geração de empregos formais, isso conta também as obras do governo do estado, mas conta a base da economia que é fundamental porque por exemplo um investimento como esse aqui da Coapecal , você vai ter um investimento de 500 mil para ampliar, para diversificar a produção para sucos, você vai ter aqui mais de 200 empregos formais gerados”, explica Ricardo ao dialogar com Stúdio Rural citando diversos outros empreendimentos que, a exemplo da Coapecal, tiveram e estão tendo liberação de recursos para investimento no processo gerador de trabalho e renda.

Laudemiro Lopes de Figueiredo Filho, Miro, é presidente daquela cooperativa, recepcionou a equipe de governo e os pecuaristas associados do empreendimento, falou com nossa equipe Stúdio Rural e disse ter sido um momento especial para o coletivo de agricultores pecuaristas que estão espalhados em diversas cidades e regiões do Estado da Paraíba e comentou que pela primeira vez, ao longo de 17 anos de vida daquela empresa cooperada, um governador marca presença direta levando ações diretas e práticas que causam impactos positivos na qualidade de vida da empresa e ao mesmo tempo de forma direta na vida das centenas de famílias cooperadas que têm na cooperativa a porta de entrada de seus produtos no mercado espalhado por seis estados nordestinos. “Essa vinda do governador é importante, bastante significativa, pela primeira vez ao longo de 17 anos a gente recebe o governador aqui, repentinamente, isso é muito bom, a gente nem esperava, então isso significa que a gente precisa de parcerias pra gente continuar caminhando, nós somos uma cooperativa da agricultura familiar, não temos capital de giro com dinheiro sobrando para investir pra diversificar os produtos nesse período prolongado em que a produção do leite tem caído a gente tem que inventar, reinventar as coisas. Daí a ideia de a gente produzir suco pra diversificar os produtos, e nesse período de crise a gente ter um outro produto para vender junto com os que já temos e isso significa mais dinheiro e mais produção que volta para o produtor. Então essa parceria com o governo é nesse sentido, o governo, o poder público sensibilizado com essa questão voltada para os produtores coloca aí como pública um projeto de empréstimo que é o Projeto Empreender aos grupos associados e grupos cooperativos para implementar ações para desenvolver a produção. Isso para a Coapecal significa desenvolvimento, significa apoio, significa parceria nesse conjunto de incentivo a produtividade, a produção de um Cariri sustentável”, explica Miro ao dialogar com o público ouvinte do Programa Domingo Rural.

Quem também esteve presente e dialogou com a equipe Stúdio Rural foi o deputado estadual Doda de Tião que disse ser uma ação importante do governo objetivando fortalecer as ações que já vêm gerando trabalho e renda citando como exemplo os recursos liberados para a Mini Indústria de Confecção de Queimadas e da Cooperativa Agropecuária do Cariri. “É muito importante o governador vir até aqui na Cooperativa ver com é que a cooperativa aqui funciona e ver que é uma cooperativa exemplo na Paraíba pelo tamanho, pelo movimento que ela faz, o governador está querendo comprar o leite, mas infelizmente está com pouco leite em consequência da grade seca, mas os diretores da cooperativa sinalizaram que em breve, quando a chuva chegar, aumentará a capacidade de captação do leite vai ser maior e aumentando o governador vai estar se disponibilizando a comparar o leite para atender a população menos favorecida, a mais carente”, explica dizendo que enquanto parlamentar com atuação naquela região estará a disposição para cobrar ações que somem para o desenvolvimento da economia local.

Gerente de vendas daquela cooperativa, Antônio de Souza Duarte, Totonho, dialogou com Stúdio Rural falando o que representa essa ação de governo no processo de ampliação da linha de produtos a ser ofertada ao consumidor já que ampliada a linha de produtos diminui os custos de extensão dos produtos nas gôndolas de panificadoras e supermercado e representa mais remuneração aos produtores associados. “Com certeza a gente vai ter mais competitividade no mercado porque hoje é muito forte essa questão da concorrência e a gente não tem medo de concorrência, a gente acha até bom a concorrência porque nos ajuda a ficar mais ativo no mercado e isso tem despertado na gente essa curiosidade e a gente entende que é por isso que precisamos de investimentos que é para realmente poder competir com as outras empresas dentro do mercado, empresas que a gente sabe que pode ser de qualquer porte a gente quer concorrer de igual para igual”.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Compartilhe se gostou

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top