Deputado Anastácio realiza visitações nas bases do campo e cidade aproveitando recesso da Assembleia

O deputado estadual Frei Anastácio (PT) está aproveitando o recesso na Assembleia Legislativa, para visitar lideranças da legenda nas microrregiões do estado, além de líderes de movimentos sociais do campo e da cidade, sindicatos, associações e ONGs para discutir problemas das localidades, além de projeções para as eleições deste ano.

A informação é da assessoria de comunicação parlamentar explicando que durante o final de semana, Anastácio fez visitações no médio e no alto sertão, litoral e Zona da Mata onde, além de reuniões, realizou celebrações religiosas, a exemplo da fazenda Antas, em Sapé, que teve um mandado de segurança, que impedia a desapropriação das terras, derrubado pelo Supremo Tribunal Federal. “As 57 famílias da fazenda se reuniram numa missa para agradecer a vitória”,explica aquela assessoria acrescentando que, segundo o próprio deputado, esses encontros representaram espaços para ouvir e colher reclamações e reivindicações da população sobre muitos temas que serão debatidos na Assembleia e encaminhados pelo mandato parlamentar às autoridades competentes.

Desta segunda-feira(10) a sexta-feira(14), explica aquela assessoria, Frei Anastácio irá participar do 6° Congresso Nacional do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), em Brasília com o lema “Lutar, construir Reforma Agrária Popular” onde estarão presentes cerca de 15 mil trabalhadores e trabalhadoras rurais sem terra de 23 estados brasileiros, além de 250 convidados internacionais. “Segundo o deputado, o principal objetivo do congresso é discutir e realizar um balanço crítico da atual situação do movimento, traçar novas formas de luta pela terra, pela Reforma Agrária e por transformações sociais. Além disso, o MST estará comemorando seus 30 anos de fundação.

Os organizadores afirmam que também será um momento de reafirmar um novo programa da Reforma Agrária para o país: a Reforma Agrária Popular”, explica aquela assessoria ao dialogar com Stúdio Rural relatando que entre os temas a serem debatidos estão o desafio organizativo do movimento, o papel político dos assentamentos, a participação da mulher e dos jovens na luta, além de ato político em defesa da Reforma Agrária, marcha, e atividades culturais durante a noite.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Universo Rural

Compartilhe se gostou

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top