Domingo e Universo Rural evidenciam Jornada de Inclusão de Queimadas

A Jornada de Inclusão Produtiva realizada pela Emater e entidades parceiras de Queimadas foi tema evidenciado no Programa Domingo Rural do domingo(27/10) e Universo Rural da última sexta-feira(25/10) a partir de ampla participação das emissoras parceiras no evento e entrevistas de lideranças locais trabalhadas em nossa programação radiofônica.

Entrevistado por nossa equipe Stúdio Rural, o vice-prefeito daquela cidade, José Gerailton Pereira falou sobre a importância do evento enquanto instrumento de divulgação das ações que estão sendo trabalhadas, sobre os desafios a serem empreendidos e sobre o apoio logístico no evento e sobre as ações que o município está desenvolvendo em todo o município junto as famílias agricultoras. “A prefeitura trouxe a seguinte mensagem: e aí eu falo em nome do prefeito Jacó, podem contar com o gestor, Jacó sempre esteve e estará a disposição do povo da zona rural com certeza, agora os meios que a prefeitura disponibiliza pra atender vai estar a disposição do povo onde eu já disse anteriormente que a gente pretende até ampliar ainda mais com a distribuição de sementes, de corte de terras que será ampliado também, melhorar o acesso do homem do campo a zona urbana com o melhoramento das estradas, estamos vendo a viabilidade legal de adquirirmos dessalinizadores, perfurarmos mais poços, mas a gente também precisa de parceiros pra isso. Só com recursos do municipais não dar, pra você ter ideia, hoje a prefeitura só com abastecimento de água na zona rural gasta uma quantia de quase R$ 350 mil em cada remessa distribuída, que dizer que são recursos que deveriam ser utilizados para a perfuração de poços, pra construção de casas, mas infelizmente a prioridade nesse momento é abastecer a cisterna de quem não tem água”, explica ao elencar um conjunto de ações que estão acontecendo no setor rural daquele município.

O secretário da Agricultura do município Ivanilson Rodrigues da Silva, Palôla, participou do evento com a estrutura da pasta ofertando apoio logístico e ao mesmo tempo falando sobre ações ofertadas neste ano e sobre as perspectivas a serem desenvolvidas no ano de 2014 com oferta de apoio aos agricultores do município. “Eu já tenho conversado com o prefeito, talvez daqui pra dezembro a gente vá adquirir mais tratores, se não conseguirmos adquirir mais, mas a gente vai continuar com o programa de corte de terra para todos, esse ano, como eu peguei a secretaria em março, a gente conseguiu ainda dar 1300 a 1400 horas de trator e agora esse ano(2014) eu vou começar a partir de janeiro, onde der pra cortar terra no seco a gente vai cortar”, antecipou Palôla.

Entrevistada por Stúdio Rural a agente de desenvolvimento do Banco do Nordeste, Patrícia de Vascocelos Silva Neves, falou sobre a mensagem daquela instituição e garante que a oferta do Governo Federal em dar descontos de 85% aos devedores do banco no momento é a informação mais apropriada dentro da lógica de desenvolvimento regional proposta pelo Programa Nacional de fortalecimento da Agricultura familiar. “Nós trouxemos o atendimento do agroamigo, nós estamos com um assessor exclusivamente atendendo todos os produtores pra novas contratações e renovação de crédito e também eu vim com a missão especial 12.844 que é uma lei que permite ao produtor que tenha operações contratadas até 2006 descontos para liquidação de até 85%, exemplifica: se o produtor hoje tem um débito no banco de R$ 1 mil reais ele vai liquidar com apenas R$ 150 reais, então o produtor pode nos procurar que a gente verifica sua situação, já diz o valor pra ele e ele já pode marcar a data pra liquidação”, explica detalhando as dinâmicas de como procurar cada agência do Banco do Nordeste e ao mesmo tempo criar as condições para continuar elaborando projetos e buscando novos recursos junto a instituição.

Wlademir Santos Araújo é assessor da Emater local e, ao dialogar com nossa equipe disse que o evento superou as expectativas já que conseguiu aglutinar diversas parceiras que, por sua vez, conseguiram repassar conhecimentos, tecnologias e projetos para o desenvolvimento das famílias agricultoras do município a exemplo da elaboração de DAPs, aprovação de projetos dentre outros. “Nós trouxemos o que nos foi possível porque é evento que está acontecendo em todas as cidades do estado da Paraíba e aqui nosso esforço foi alcançado, muito trabalho, todo a equipe do Regional campina Grande marcou presença aqui e está de parabéns, agradeço logo ao pessoal da prefeitura que nos deu total apoio, o pessoal da saúde esteve aqui conosco, o secretário de agricultura estava aqui e considero que foi muito bom”.

Maria Anunciada Flor Barbosa Morais é presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, participou do evento e do Programa Universo Rural e Domingo Rural e disse avaliar ter sido um evento bastante produtivo com bastante famílias agricultoras tirando suas dúvidas de como conseguir acessar projetos junto ao Pronaf, como ter a DAP, Declaração de Aptidão ao Pronaf em mãos, declaração de posse dentre outras ações que vêm somar a um conjunto de ações positivas que estão acontecendo naquela municipalidade e garante que o sindicato vem desenvolvendo diversas ações no processo de estruturação das unidades familiares rumo a sustentabilidade com um modelo de produção que pense a vida de quem faz a agricultura, do consumidor e do meio ambiente. “O nosso recado aqui foi que tem muita coisa acontecendo no município, mas que a gente precisa de avançar muito mais porque vivemos numa região semiárida, numa região que precisamos de acessar políticas estruturantes, estratégias de convivência para a gente ultrapassar os períodos de grandes estiagens como vimos passando e, com isso nós aprendemos muito com a lição que a natureza nos deus nesses anos com a seca que a gente vem ultrapassando, isso fez com que nossos agricultores e agricultoras fizessem uma reflexão mais ampla de que é necessário armazenar água como forma de se preparar para a seca, armazenar ração se preparando para alimentar os animais, armazenar suas sementes para ter a segurança e autonomia na hora certa de plantar e aí acredito que essa jornada foi um evento a mais para a gente pudesse trazer esse recado para os agricultores e agricultoras”, explica Anunciada durante parte de sua entrevista.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top